Alesc deve receber o oitavo pedido de impeachment contra o governador Carlos Moisés

Relatório oriundo da CPI dos Respiradores foi aprovado por unanimidade pelos componentes e será entregue nesta terça-feira, ao presidente da Casa Legislativa, Julio Garcia

Mais um pedido de impeachment do governador Carlos Moisés da Silva será oficializado junto à mesa diretora da Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina).

O presidente da CPI dos Respiradores, deputado Sargento Lima (PSL) e o relator deputado Ivan Naatz (PL) marcaram para esta terça (8), às 13h3o, a entrega oficial ao presidente da Alesc deputado Júlio Garcia (PSD) do relatório final dos trabalhos da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Respiradores, aprovado por unanimidade dos nove integrantes.

Pedido foi feito a partir de um entendimento unânime dos nove deputados componentes da CPI dos Respiradores- Foto: Rodolfo Espínola/Agência AL

Os trabalhos foram encerrados em 18 de agosto, nos quais, foram apontadas responsabilidades de 14 pessoas, entre elas o governador Carlos Moisés (PSL) com o pedido para analisar um novo processo de impeachment em face da conclusão por crime de responsabilidade.

Além de oficializar a entrega do relatório, presidente e relator da CPI vão solicitar também que a mesa diretora da Alesc tome providências no sentido de agilizar a tramitação deste novo processo de impedimento diante da recente decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), via ministro Benedito Gonçalves, em determinar a abertura de inquérito pela Polícia Federal para investigar a participação do governador  e demais agentes públicos no caso da compra dos 200 respiradores feita pelo governo catarinense, com pagamento adiantado de R$ 33 milhões e sem garantia de entrega.

Processos em aberto

Protocolado em: 11 de maio
Aceito pela Alesc em: 30 de julho
Contra quem: Carlos Moisés (PSL) e Daniela Reinehr (sem partido)
Motivo: o aumento salarial aos procuradores do Estado
Situação: a Comissão Especial do Impeachment, composta por nove deputados, já foi formada, e iniciou os trabalhos formalmente na quinta-feira passada. Hoje e amanhã haverá reuniões internas
Quem pediu: defensor público Ralf Zimmer Júnior

Protocolado em: 10 de agosto
Aceito pela Alesc em: 3 de setembro
Contra quem: Carlos Moisés (PSL) e Daniela Reinehr (sem partido)
Motivos: tentativa de contratação de um hospital de campanha em Itajaí e a aquisição de 200 respiradores com pagamento antecipado e sem garantias no valor de R$ 33 milhões
Situação: o pedido foi aceito pelo presidente Julio Garcia e o próximo passo é a formação de uma comissão de deputados
Quem pediu: um grupo de 16 advogados e empresários catarinenses

Protocolado: 07 de setembro
Contra quem: Carlos Moisés (PSL)
Motivo: a aquisição de 200 respiradores com pagamento antecipado e sem garantias no valor de R$ 33 milhões
Situação: será protocolado hoje e deverá ser analisado pela procuradoria da Alesc
Quem pediu: os nove deputados que fizeram parte da CPI dos Respiradores

+

Política SC