Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Alesc manifesta pesar pela morte do ex-deputado Admir Bortolini

Ele tinha 74 anos e lutava contra um câncer; Adepol-SC também divulgou nota neste domingo (7)

Ex-deputado Admir Bortolini – Foto: Divulgação/Alesc/NDEx-deputado Admir Bortolini – Foto: Divulgação/Alesc/ND

A Assembleia Legislativa manifestou pesar pela morte do ex-deputado Admir Áureo Bortolini, ocorrida na noite deste sábado (6), aos 74 anos, em Florianópolis.

Admir era casado e tinha três filhos, entre eles o presidente da Adepol (Associação dos Delegados de SC)., Rodrigo Falck Bortolini.

Natural de Concórdia, Bortolini era engenheiro agrônomo e elegeu-se vereador, em Concórdia, em 1975. Ficou na Câmara até 1982. Naquele ano, candidatou-se a deputado estadual pelo MDB e conquistou uma cadeira na Alesc com 22.082 votos.

Na eleição de 1986, obteve 14.582 votos e ficou na condição de suplente, mas foi convocado e exerceu o mandato de novembro de 1988 a janeiro de 1991. Em 1994 permaneceu como suplente do MDB.

A Adepol também divulgou nota de pesar  pelo falecimento do ex-deputado, que lutava há anos contra um câncer.

O velório ocorreu na manhã deste domingo (7), na capela do Crematório Vaticano, no Itacorubi. A cerimônia de despedida está marcada para 13h30.