Moacir Pereira

moacir.pereira@ndmais.com.br Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


ÁUDIO: Moacir Pereira comenta cenário político atual de SC em 2022

Jornalista destaca a entrevista do ex-governador Raimundo Colombo (PSD) com críticas à gestão de Carlos Moisés

O jornalista Moacir Pereira comenta nesta quinta-feira (13) sobre o cenário político de Santa Catarina com as conversações de líderes políticos de partidos para as eleições de 2022. A partir de março, as definições devem ocorrer dos personagens da cena política estadual.

Além disso, há questões judiciais relacionadas ao “pacotaço” do governador Carlos Moisés beneficiando vários setores do funcionalismo público estadual, aprovado pela Alesc (Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina) no apagar das luzes de 2021.

O Sindiauditoria (Sindicato dos Auditores Internos do Poder Executivo) entrou com mandato de segurança no Tribunal de Justiça contra o governo estadual requerendo liminar para anular a lei que transformou cargos de contadores e analistas em auditores internos do Poder Executivo.

Na esfera política, o destaque fica por conta de alteração do rumo político do ex-governador Raimundo Colombo (PSD). Ele continua criticando a gestão de Carlos Moisés no Estado, mas aliviou as críticas sobre o presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista à Radio Clube de Lages, Colombo criticou o aumento do IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor) em 27% e disse que o governo Moisés só tem aumentado os impostos dos catarinenses, sem incentivar as pequenas e médias empresas durante a pandemia.

A impressão que fica é que a candidatura de Raimundo Colombo ao governo estadual está se consolidando. Ele inicia articulações com o PP Progressista para uma possível futura aliança com o senador Esperidião Amin, mas dependerá de definições do partido.

Loading...