Altair Magagnin

altair.magagnin@ndmais.com.br Não é só sobre política. É sobre o impacto das decisões públicas na tua vida. Jornalista profissional com experiência multimídia, acompanha os bastidores do poder e traz análises e notícias exclusivas. Siga @altamagagnin nas redes.


Com quatro vezes mais mortes que BR-101, BR-282 herda o título de Rodovia da Morte

Proposta na Assembleia Legislativa pretende criar frente parlamentar para cobrar as obras de duplicação da rodovia que corta o Estado do Litoral ao Oeste

Na linha da análise proposta pelo jornalista Moacir Pereira, de que a BR-282 herdou da BR-101 o infame título de “Rodovia da Morte”, o deputado estadual Valdir Cobalchini (MDB) foi à tribuna da Assembleia Legislativa propor a criação de uma frente parlamentar para cobrar as obras de duplicação da rodovia que corta o Estado do Litoral ao Oeste.

Dois acidentes, com quatro mortes, deram evidência às tristes estatísticas. Um deles tirou a vida do vocalista e líder dos Garotos de Ouro. Outro, matou três ocupantes de uma caminhonete, que colidiu contra um micro-ônibus que transportava jogadores de vôlei.

Dados da Fiesc mostram índice de mortes por veículo que transitam nas BRs 101 e 282 – Foto: Arte: Altair Magagnin/NDDados da Fiesc mostram índice de mortes por veículo que transitam nas BRs 101 e 282 – Foto: Arte: Altair Magagnin/ND

“A BR-101 não pode mais ser considerada, como foi por tantos anos, a Rodovia da Morte em Santa Catarina. Este título agora, de maneira triste, pertence sem dúvida nenhuma à BR-282”. Foi com estas palavras e de maneira incisiva que o deputado Valdir Cobalchini, líder do MDB na Assembleia Legislativa, deu início ao seu pronunciamento no horário reservado aos partidos políticos na tarde desta terça-feira (14).

Em pronunciamento, Cobalchini cobrou a disparidade entre o quanto Santa Catarina arrecada em impostos e quanto recebe de retorno do governo federal. “Somos o sexto Estado em arrecadação de impostos. Entretanto, estamos na 20ª posição quando o assunto é receber de volta. Cada R$ 100 arrecadados pelo governo federal em nosso Estado, apenas R$ 18 retornam. Santa Catarina merece respeito”, disse.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...