Paulo Alceu

Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.


Corrupção não é grave, grave é criticar o Supremo…

O deputado Daniel Silveira foi preso por críticas contundentes e chulas aos ministros do STF. O senador Chico Rodrigues foi autorizado a voltar às atividades no Senado depois de esconder R$ 30 mil na cueca, pego numa operação da Policia Federal.Muito do que o deputado falou sobre a Suprema Corte é o que muita gente está falando com grau de indignação. Tempos atrás o ex-presidente Lula disse que os ministros do STF são acovardados. Não foi preso. O ex-deputado José Dirceu também atacou o STF. Não foi preso. Claro que Silveira avançou o sinal ferindo o decoro, alimentando calúnia, difamação e ameaças, daí perdeu o efeito moralizador e tropeçou na vala do bate boca arranhando a lei. Enquanto isso, o desvio de verba destinado a pandemia deveria ser considerado crime hediondo… no auge do avanço do vírus recursos para respiradores, equipamentos , hospitais, foram roubados. E com cenas repugnantes como no caso do senador Chico Rodrigues alvo de uma operação da Policia Federal pego com R$ 30 mil na cueca. Ontem ele foi autorizado pelo ministro Luis Roberto Barroso a retornar ao mandato parlamentar. Ele estava afastado, mas o ministro do STF considerou que não há fato novo que justifique manter Rodrigues fora do mandato. Esse é mais um dos tantos exemplos que produzem indignação da população com os deuses da toga. Enquanto isso um deputado que atirou contra a Suprema Corte foi preso, de forma política e não técnica. O STF de hoje está sendo atacado, seja de uma maneira irresponsável, inconseqüente, ou inclusive de forma coerente e sensata, por seu comportamento desviado muitas vezes da defesa da Constituição e muito mais identificado com ativismos políticos. Não basta ser, tem que parecer.