João Paulo Messer

Política, economia, bastidores e tudo que envolve o cotidiano e impacta na vida do cidadão de Criciúma e região.


Declaração de prefeito a Paulo Alceu (NDTV), acalma ambiente político no Sul

Contundência com que Clésio Salvaro garantiu que vai cumprir os quatro anos de mandato acaba com especulações em Criciúma.

Não que tenha sido a primeira vez que o prefeito Clésio Salvaro (PSDB) tenha dito isso, mas a garantia que ele deu ao comentarista Paulo Alceu, da NDTV, nesta quinta-feira, de que irá cumprir os quatro anos do mandato para o qual foi reeleito em 2020, teve forte repercussão no ambiente político de Criciúma. Até então as especulações eram de que ele estivesse buscando um espaço em chapa majoritária no ano que vem.

Em Criciúma havia muitas especulações sobre uma possível renúncia de Clésio Salvaro. – Foto: DivulgaçãoEm Criciúma havia muitas especulações sobre uma possível renúncia de Clésio Salvaro. – Foto: Divulgação

A sinalização do prefeito de Criciúma diz mais que uma resposta local. Pode ser a interpretação de que o quadro de incertezas que rodeia o ambiente político de 2022 esteja levando alguns prefeitos em condições de pleitear voos mais altos a refazer planos. O próximo a se posicionar deve ser o prefeito de Tubarão (PP), também no Sul.

Recentemente Salvaro e Ponticelli tiveram encontro com outros prefeitos e o ex-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júlio Garcia (PSD), para comentar o cenário. A conclusão teria sido de que “2026 é logo ali”. Pelo menos no Sul parece que não haverá alguém que siga os passos de Napoleão Bernardes, que em 2017 abriu mão de dois anos de mandato de prefeito em Blumenau para buscar uma vaga na majoritária estadual. Foi candidato a vice-governador de Mauro Mariani (MDB), sem sucesso.