Deputada quer criar “Procuradoria Especial do Homem” em SC

Projeto de Resolução, assinado pela deputada Ana Campagnolo (PSL), deve "fomentar a participação e a representação dos homens na politica"

Um projeto da deputada Estadual Ana Campagnolo (PSL) tem dado o que falar. O texto propõe a criação da “Procuradoria Especial do Homem”, em oposição ao projeto que cria a Procuradoria Especial da Mulher na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina).

Deputada quer criar “Procuradoria Especial do Homem” em SC – Foto: Fábio Queiroz/Agência AL/NDDeputada quer criar “Procuradoria Especial do Homem” em SC – Foto: Fábio Queiroz/Agência AL/ND

O projeto de resolução foi lido na sessão desta terça-feira (6). A deputada escreveu, nas redes sociais, que “os homens são as principais vítimas de homicídios e acidentes de trabalhos, além de apresentar uma assustadora taxa de suicídios” e que “a procuradoria deverá trabalhar políticas públicas que contribuam para a saúde e o bem-estar do homem catarinense”.

A Procuradoria do Homem tem o objetivo de “fomentar a participação e a representação dos homens na politica”. Atualmente, dos 40 deputados estaduais, 34 são homens.

Na justificativa, a deputada argumenta que homens se aposentam mais tarde, têm menos tempo de licença paternidade (um dia), e que participam do alistamento obrigatório no Exército.

Em setembro do ano passado, a deputada já havia questionado a criação da Procuradoria da Mulher. “O artigo quinto da nossa Constituição diz que somos iguais perante a lei e aqui eu estou vendo algo que só computa os votos femininos. Imagine se existisse qualquer tipo de separação ou sectarismo que somente os homens iriam votar, qual seria o caos criado?”, indagou a parlamentar.

O projeto, mesmo após o pedido de vistas da deputada do PSL, foi aprovado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Alesc em março deste ano. A lei proposta original é da deputada Ada de Luca (MDB) e defendido pela Bancada Feminina.

Ana Campagnolo lançou o primeiro livro declaradamente antifeminista do Brasil, chamado “Feminismo – Perversão e Subversão”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política SC

Loading...