Altair Magagnin

altair.magagnin@ndmais.com.br Não é só sobre política. É sobre o impacto das decisões públicas na tua vida. Jornalista profissional com experiência multimídia, acompanha os bastidores do poder e traz análises e notícias exclusivas. Siga @altamagagnin nas redes.


Deputados estão fora do primeiro grande evento – polêmico – da Assembleia de SC em 2022

Ainda em janeiro está prevista a realização da votação para escolha do novo presidente da Federação dos Municípios, marcada por disputas e denúncia de falsidade ideológica

Já tem data marcada a primeira grande movimentação na Assembleia Legislativa de Santa Catarina em 2022, e não envolve os deputados.

Está marcada para 31 de janeiro, segunda-feira, a escolha do novo presidente da Fecam (Federação Catarinense dos Municípios). Aliás, disputa recheada de polêmica.

Em um primeiro momento, haveria a disputa entre três chapas. Seria a segunda vez desde a fundação, em 1980. A eleição mais recente foi em 2004.

Deputados estaduais em plenário na última sessão de 2021 – Foto: Rodolfo Espínola/Divulgação/NDDeputados estaduais em plenário na última sessão de 2021 – Foto: Rodolfo Espínola/Divulgação/ND

Três chapas se inscreveram:

Mas, na noite desta terça-feira (25), o cenário mudou.

Acusações de falsidade ideológica motivaram a impugnação de duas das três chapas registradas.

A chapa 1, encabeçada pelo prefeito Jorge Luiz Koch (MDB), de Orleans, foi confirmada.

A chapa 2, da prefeita de Vargem, Milena Andersen Lopes (PL), e a chapa 3, do prefeito de São João do Itaperiú, Clézio José Fortunato (MDB), foram excluídas do processo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...