Candidato a vice-prefeito de Blumenau afirma que mal-estar do prefeito em debate foi farsa

Ronaldo Baumgarten (PSD) disse em áudios que se tornaram públicos que mal súbito de Mário Hildebrandt seria "falta de preparo" e "jogada de marketing"

O empresário Ronaldo Baumgarten Júnior (PSD), candidato a vice-prefeito de Blumenau na chapa de João Paulo Kleinübing (DEM), comentou em áudios que vazaram nas redes sociais que o mal súbito sofrido pelo prefeito e candidato à reeleição Mário Hildebrandt (Podemos), que o impediu de continuar o debate no estúdio da NDTV, teria sido uma “grande farsa” e uma “ jogada de marketing”.

Ronaldo Baumgarten (PSD, à direita), acompanhou o candidato João Paulo Kleinübing (DEM) ao debate na NDTV no último sábado (21). Os dois posaram com a mediadora Márcia Dutra nos bastidores, antes do início do debate – Foto: Vinícius Bretzke / ND+Ronaldo Baumgarten (PSD, à direita), acompanhou o candidato João Paulo Kleinübing (DEM) ao debate na NDTV no último sábado (21). Os dois posaram com a mediadora Márcia Dutra nos bastidores, antes do início do debate – Foto: Vinícius Bretzke / ND+

Em tom irônico, Baumgarten afirma ainda não concordar com aqueles que sentiram pena de Hildbrandt, que passou mal durante o segundo bloco do debate e não conseguiu prosseguir.

“Me perdoem, mas ter pena de um cara que está tratando a cidade deste jeito, eu não concordo”, diz. O candidato a vice também comenta sobre a gagueira de Hildebrandt, o que considerou “falta de preparo”.

>> VÍDEO: candidato a prefeito passa mal ao vivo em debate em SC

Em outro áudio, o empresário admite que o prefeito pode ter passado mal, mas diz que o problema de saúde “tem que ser investigado, porque eu imagino que isso aí seja uma grande farsa”.

Ele ainda levanta suspeitas sobre o comportamento do prefeito por ter tentado cancelar debates e por ter mudado uma regra do confronto que será realizado pela NSC TV em Blumenau, que diz que, caso algum dos candidatos seja diagnosticado com coronavírus, o debate seja cancelado. “Não posso imaginar que isso não seja uma farsa”, afirmou Baumgarten.

Ouça os áudios:

Contraponto

O empresário Ronaldo Baumgarten falou com a reportagem do ND+ sobre os áudios que circulam na internet. Ele pediu desculpas para quem o “interpretou mal” e disse que deseja que Hildebrandt se restabeleça o mais rápido possível, para que seja possível retomar o debate da cidade.

“Antes de mais nada, eu gostaria que o debate pudesse ser retomado, até para a gente acabar aquilo que a gente encerrou pela metade, e é isso. Minha manifestação ou não, quem sabe até foi num momento de falta de conhecimento que eu tinha da situação, mas é isso. Eu entendo que a cidade mereça ouvir debates para que os projetos, os programas de governo, sejam bem divulgados. Eu não entendo que não possa haver debates para gente discutir o futuro da cidade”, afirmou.

Sobre a possível mudança na regra do debate na NSC TV, para cancelar o encontro caso algum dos candidatos seja diagnosticado com coronavírus, Baumgarten diz que é obrigação dos dois candidatos tomarem cuidado para não se contaminarem e se manterem saudáveis até o final da eleição. Além disso, ele ressalta que já se colocou à disposição para debater também.

“Se por um acaso acontecer isso (contaminação por coronavírus), eu já me coloquei à disposição para debater o futuro da cidade com o candidato a vice da chapa do Mário. O mais importante é que o cidadão entenda, que as pessoas tenham acesso às informações para poder decidir, e não simplesmente se basearem por programas de televisão”, conclui.

Prefeito não vai responder aos áudios

A assessoria de imprensa da campanha de Mário Hildebrandt informou que ele tomou conhecimento do áudios apenas nesta segunda-feira (23), pois ficou em repouso absoluto e não utilizou o celular no domingo (22).

O debate entre os candidatos a prefeito de Blumenau teve que ser interrompido após quase uma hora. Mário Hildebrandt (PODE) teve um mal-estar e precisou ser levado ao hospital. Ele passa bem e segue em recuperação. – Foto: Vinícius Bretzke / ND+O debate entre os candidatos a prefeito de Blumenau teve que ser interrompido após quase uma hora. Mário Hildebrandt (PODE) teve um mal-estar e precisou ser levado ao hospital. Ele passa bem e segue em recuperação. – Foto: Vinícius Bretzke / ND+

Segundo a assessoria o prefeito se mostrou perplexo com as afirmações do candidato adversário e ficou bastante chateado, mas declarou que não vai comentar as falas.

Sobre o estado de saúde de Hildebrandt, a assessoria divulgou uma nota oficial na manhã desta segunda (23). O comunicado afirma que Hildebrandt se recupera em casa e ficará de repouso absoluto até terça-feira (24) e retorna ao trabalho no dia seguinte. Leia abaixo a nota na íntegra:

“Prefeito Mário Hildebrandt segue em recuperação até quarta-feira, dia 25

O prefeito Mário Hildebrandt segue se recuperando em casa. Ele passa bem, mas por orientação médica permanece em repouso absoluto até terça-feira, dia 24, retornando ao trabalho no dia seguinte. No último sábado, dia 21, o prefeito sofreu uma desidratação seguida de síndrome vasovagal, ocasionando queda de pressão arterial e mal-estar.

O prefeito recebeu alta na manhã de domingo para se recuperar em casa por orientação do hospital, em função do risco de contágio do novo Coronavírus. Nos últimos oito meses, a rotina de trabalho tem sido intensa e sem descanso na gestão do combate ao Coronavírus, que segue sendo a sua prioridade, e que vem acumulando desde setembro com agenda de candidato”.

Debate na NDTV não será retomado

A direção do Grupo ND informa que não há possibilidade de retomada do debate, como sugeriu o candidato Ronaldo Baumgarten. Não há espaço na grade de programação, já que a afiliada NDTV acompanha o horário do debate nacional da Record TV.

Acesse e receba notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Eleições 2020