Candidato de Florianópolis faz promessas para outra cidade em plano de governo

Proposta de governo do Dr. Ricardo, candidato a prefeito de Florianópolis, diz que "o emprego é que garante pão, arroz e feijão na mesa do itajaiense"

O Grupo ND+ está analisando as dez propostas de governo dos candidatos a prefeito de Florianópolis e identificando as principais ideias para a gestão da cidade em diversas áreas como Educação, Turismo e Economia. Nas pesquisas, chamou atenção um equívoco no plano de governo do Dr. Ricardo (Solidariedade). Em determinado trecho, ele diz que “o emprego é o que garante o pão, o arroz e o feijão na mesa do itajaiense”.

Candidato à prefeitura de Florianópolis, Dr. Ricardo (Solidariedade) cita itajaienses em erro nas propostas de governo. – Foto: Anderson Coelho/ND

Ricardo disputa a prefeitura de Florianópolis e Itajaí está a 100 km da Capital, ou seja, o trecho da proposta de governo tem um ato falho de quem elencou as ideias do candidato.

A proposta de governo com o erro está disponível no site Divulgacand, mantido pela Justiça Eleitoral.

É um documento de 35 páginas. O equívoco está na página 27, no tópico Desenvolvimento e Economia.

Assessoria confirma erro

A assessoria do candidato informou que, infelizmente, houve esse erro no momento de cadastrar as propostas de governo. Também adiantaram que será feita uma atualização com as propostas no sistema, via jurídico, mas que essa alteração é um pouco lenta.

Além disso, a equipe de campanha do candidato a prefeito repassou uma versão mais compacta, com ideias de governo para Florianópolis em diferentes áreas, como educação, cultura e economia.

Propostas são semelhantes em Itajaí e Florianópolis

Bases das propostas de Dr. Ricardo em Florianópolis são idênticas as do candidato a prefeito de Itajaí, Osvaldo Mafra, também do Solidariedade – Foto: Reprodução/Facebook

A apuração do ND+ identificou muitas semelhanças entre as propostas de governo do candidato à prefeito de Florianópolis, Dr. Ricardo, e as propostas do candidato de Itajaí, Osvaldo Mafra, ambos do Solidariedade.

Os dois querem começar governando com reforma administrativa e redução das secretarias para sete.

Compare as versões

O texto do candidato a prefeito de Itajaí começa assim:

“A riqueza de Itajaí está em seu povo e em sua localização geográfica, situada em uma região privilegiada, no encontro do maior rio do estado de Santa Catarina e o Mar, o município tem na atividade portuária seu pilar econômico juntamente com as atividades industriais, comerciais, acadêmicas e turísticas, sem falar de suas praias e belezas naturais”.

Já o material com as propostas para Capital tem este início:

“A riqueza de Florianópolis está em seu povo e em sua localização geográfica, situada em uma região privilegiada, no encontro da capital do estado de Santa Catarina, o município tem na atividade turística seu pilar econômico juntamente com as atividades industriais, comerciais, acadêmicas e sendo a Sede do Governo Estadual, sem falar de suas praias e belezas naturais”.

Os documentos têm uma série de trechos idênticos. Além disso, com a reforma administrativa, tanto a Capital, quanto a cidade do Vale teriam uma estrutura com 177 funcionários. Ou seja, o projeto de uma também virou o projeto da outra.

+

Eleições 2020