Confira as principais propostas defendidas pelos candidatos a prefeito de Joinville

Debate entre Darci de Matos e Udo Döhler foi transmitido pela RICTV Record no sábado (22)

A hora de saber quem será o prefeito de Joinville pelos próximos quatro anos está chegando e, no último sábado (22), os joinvilenses tiveram mais uma chance de ouvir as propostas dos candidatos à prefeitura de Joinville. Darci de Matos (PSD) e Udo Döhler (PMDB) estiveram frente a frente no debate transmitido ao vivo pela RICTV Record e falaram sobre seus planos para administrar a cidade.

Marcado pela cordialidade, o debate evidenciou a oposição entre prefeitura e estado nos discursos dos dois candidatos. De um lado, Udo Döhler, candidato à reeleição, defendeu a busca por recursos feita pelo município ao governo estadual. “Todos os nossos projetos estão bem detalhados, cobramos os recursos, mas o Estado vem resistindo em não repassá-los”, argumentou Udo. De outro, Darci de Matos, apoiado pelo governador Raimundo Colombo, defende que o Estado tem feito a sua parte. “O governo não está dificultando, todo o estado teve acesso a esse dinheiro. É difícil dizer que o governo do Estado está perseguindo o município”, respondeu Darci.

Udo Döhler e Darci de Matos debateram propostas na RICTV Record - Fabricio Porto/ND
Udo Döhler e Darci de Matos debateram propostas na RICTV Record – Fabricio Porto/ND

Os dois prefeituráveis responderam a questões elaboradas pelos jornalistas do grupo RIC e tiveram a oportunidade de fazer perguntas ao adversário político. Ao serem questionados pelo colunista de política do jornal Notícias do Dia, Luiz Veríssimo, sobre a virtude do seu oponente, os dois candidatos não perderam a chance de criticar o adversário. “Respeito muito o meu adversário e a virtude dele é o conhecimento e competências na gestão privada. Mas os objetivos do setor privado são o lucro e do setor público é a qualidade de vida das pessoas”, respondeu Darci. “Ele tem sido um bom legislador, trazido contribuições importantes que deveriam ser transformadas em recursos e canalizados para Joinville. O que nos incomoda é que os recursos não chegam”, disse Udo.

Os candidatos avaliaram de forma positiva o desempenho no debate. “Foi muito bom, é uma oportunidade para os eleitores acompanharem as propostas. Meu compromisso maior é com quem tem menos, vamos conseguir fazer melhor e por todos”, destacou Darci.

“Foi muito positivo. Estamos próximos das eleições e quero pedir o voto para ajudar a cidade a melhorar cada vez mais”, ressaltou Udo. A votação pelo segundo turno das eleições municipais ocorre no próximo domingo (30). Confira algumas das propostas discutidas pelos candidatos:

Geração de empregos

Udo Döhler

“Avançamos com um novo distrito industrial na zona Sul, onde abrigaremos 296 pequenas empresas voltadas à tecnologia e inovação. Os trabalhos de terraplanagem já estão acontecendo e a partir do próximo ano as empresas serão instaladas”.

Darci de Matos

“A geração de empregos é fundamental. Tive participação no encaminhado desse projeto, que é pertinente porque a zona Sul está abandonada há muitos anos. Devemos apoiar todas as empresas, mas principalmente os micro empreendedores”.

Inventivo ao esporte amador

Darci de Matos

“Temos que apoiar o JEC e o esporte amador, que é muito importante. O essencial é o esporte de inclusão com as crianças, que já existe na Felej, mas precisa ser ampliado. Através do esporte, com organização e disciplina, se pode repassar valores para as crianças”.

Udo Döhler

“No primeiro ano de governo, o programa de iniciação esportiva atendeu 3 mil crianças. No segundo, 6 mil e, hoje, atende 8 mil crianças. Trouxemos segurança para a família com a juventude distante dos riscos, droga e desvio de conduta”.

Uber em Joinville

Darci de Matos

“O Uber funciona bem nas grandes cidades, mas Joinville é diferente. Vou estudar, mas inicialmente entendo que estamos bem serviços com o serviço de táxi em Joinville.”

Udo Döhler

“O serviço de táxi é de boa qualidade, mas não podemos ficar parados no tempo. Vamos fazer esse avanço, mas em conjunto com a associação ou sindicato dos taxistas para encontrar a melhor solução”

Cultura

Darci de Matos

“Já nos reunimos com agentes culturais, temos um plano municipal de cultura que deve ser cumprido. Precisamos levar os professores à Casa da Cultura e aulas às crianças do bairro, valorizar o Bolshoi e o Festival de Dança, que são praticamente bancados pelo governo do estado. O completo Antarctica está caindo, vamos fazer uma parceria público-privada e restaurar aquilo para fazer um espaço de gastronomia e cultura”.

“Vamos manter o Carnaval e realizar o Natal de Joinville. O edital do Simdec tem que sair não no final do ano, mas no início para que os projetos possam ser encaminhados. As festas típicas, caravanas culturais nos bairros, tudo tem que funcionar com recursos de Joinville e do estado”.

Udo Döhler

“Vamos levar a cultura também pra zona Sul para que a população dessa parte da cidade possa ter a oportunidade de estar ali, fazendo com que a cultura alcance especialmente a parte da população que mais precisa. Da mesma forma, estenderemos esse atendimento a todos os bairros”.

“A proposta é fazer com que a Casa da Cultura também alcance a zona Sul da cidade. O Carnaval ganhou uma dimensão maior, era praticamente inexistente. Com as finanças do município sanadas, vamos crescer os investimentos nesta área”.

Arrecadação

Darci de Matos

“Vou atuar rapidamente para cobrar a dívida ativa da prefeitura. Podemos resgatar, no mínimo, R$ 250 milhões dessa dívida para saúde e educação. Hoje, demoramos de quatro a cinco meses para abrir uma empresa, perdemos para municípios vizinhos, estamos perdendo arrecadação, empregos o aquecimento da economia”.

Udo Döhler

“Uma coisa é buscar recursos, outra é aumentar arrecadação. Temos que buscar espaço adicional, fazer com que o ISS (Imposto Sobre Serviços) cresça. Estamos trabalhando com a economia criativa e junto com outras seis cidades brasileiras, Joinville está despontando nesse sentido”.

Estacionamento rotativo

Udo Döhler

“Ele é da maior importância, estamos tendo cuidado pra que seja implementado da forma adequada. Quando a proposta estava pronta, o tribunal de contas mudou as regras, o que nos obrigou a mudar o projeto, que será encaminhado à Câmara de Vereadores ainda nesse ano”.

Darci de Matos

“É importante para os lojistas e pessoas do bairro e que não conseguem vaga pra estacionar. Vamos ter agilidade no nosso governo, licitar rapidamente e designar parte dos recursos para entidades de portadores de deficiência da cidade para humanizar o estacionamento rotativo”.

+

Eleições 2020