Eleições 2020: mais de 32 mil justificativas já foram feitas em Joinville

Maior número de pedidos foi referente ao segundo turno do pleito municipal

Mais de 32 mil justificativas de ausência, do primeiro e segundo turno, já foram registradas em Joinville, no Norte do Estado. O prazo para apresentar a justificativa, referente ao primeiro turno, terminou no dia 14 de janeiro.

Prazo para justificar o voto no primeiro turno terminou no dia 14 de janeiro – Foto: Antônio Augusto/Ascom/TSE/Divulgação/NDPrazo para justificar o voto no primeiro turno terminou no dia 14 de janeiro – Foto: Antônio Augusto/Ascom/TSE/Divulgação/ND

Segundo dados do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), foram 15.711 referentes ao primeiro turno. Em contrapartida, 17.065 eleitores justificaram a ausência no segundo. Os números são referentes aos pedidos solicitados em formato online ao órgão.

Já em relação as justificativas feitas de forma presencial, durante as eleições, o TRE informou que não é possível precisar o número, já que elas podem ter ocorrido em “todos os municípios brasileiros”. Ou seja, se um eleitor justificou o voto em um seção eleitoral de São Paulo, por exemplo, ela vai direto a base do Cadastro Nacional, não passando pelo sistema do tribunal catarinense.

O ND+ chegou a solicitar informações sobre a quantidade de ausências relacionadas as eleições em 2016, para fazer um comparativo com o último pleito. Porém, o tribunal informou que os dados não estão mais disponíveis.

Prazo de justificativa do segundo turno termina na próxima semana

O prazo para quem ainda não justificou o segundo turno termina no próximo dia 28 de janeiro. Mesmo quem já fez a justificativa referente ao primeiro turno, se deixou de votar no segundo, deve fazer uma nova solicitação.

A justificativa pode ser feita por meio do aplicativo e-Título, pelo Sistema Justifica ou por meio de comparecimento a um cartório eleitoral para a entrega do Requerimento de Justificativa Eleitoral. O documento pode ser obtido gratuitamente nos cartórios eleitorais, no portal do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ou nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais.

O que acontece se eu não justificar?

De acordo com uma resolução assinada na quinta-feira (21) pelo presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, as consequências legais para quem não votou nas eleições municipais de 2020 e não justificou ou pagou multa foram suspensas.

Barroso considerou a dificuldade de votar em meio à pandemia e também de justificar o voto em caso de sintoma de Covid-19.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Eleições 2020