Justiça acata denúncia de fake news contra candidato em Joinville

Juiz mandou retirar vídeos de página no Facebook que, segundo a decisão, apresentam fake news contra Fernando Krelling (MDB)

A Justiça Eleitoral decidiu que o Facebook deve remover duas publicações da página Eleições 2020 – Joinville/SC que, segundo a justiça, apresentam fake news contra o candidato Fernando Krelling (MDB).

A decisão ocorreu depois que o candidato da coligação “Vamos pra frente, vamos com fé” entrou com ação na Justiça Eleitoral contra o autor da página, até então não identificado, e o próprio Facebook.

Vídeo é considerado fake news pela Justiça Eleitoral – Foto: Reprodução Redes Sociais/ND

Nas publicações, a página une um vídeo de Fernando Krelling dizendo que não utiliza o fundo eleitoral a informações de contribuições feitas por pessoas físicas à campanha do prefeiturável. Isso, de acordo com o juiz eleitoral Gustavo Henrique Aracheski, deve ser ser compreendido como fake news, uma vez que “as contribuições para a campanha nenhuma relação tem com o fundo eleitoral”.

Ainda de acordo com o magistrado, “é evidente, portanto, a divulgação de conteúdo enganoso para prejudicar o candidato, com potencial para prejudicar-lhe a campanha haja vista a quantidade de compartilhamentos”.

Com base nisso, a decisão do juiz eleitoral pede a remoção das publicações do Facebook. Além disso, solicita à rede social que o dono da página seja identificado, já que é livre a manifestação do pensamento, mas vedado o anonimato durante a campanha eleitoral.

O autor da página pode apresentar defesa.

+

Eleições 2020