Prefeito de Blumenau segue internado no hospital Santa Isabel

De acordo com nota oficial, Mário Hildebrandt (Podemos) teve uma queda de pressão; ele participava de um debate promovido pela NDTV quando se sentiu mal

O atual prefeito de Blumenau e candidato à reeleição, Mário Hildebrandt (Podemos), segue internado no hospital Santa Isabel desde a noite deste sábado (21). Ele se sentiu mal durante o debate promovido pela NDTV entre os candidatos que disputam o segundo turno das eleições de 2020.

Mário Hildebrandt no debate entre candidatos à prefeitura de Blumenau. Ele usa uma camisa cinza

Durante o debate Mário Hildebrandt (Podemos) se sentiu mal e segue hospitalizado- Foto: Vinícius Bretzke / ND+

Hildebrandt passou a noite no hospital. De acordo com uma nota oficial da assessoria do candidato, ele precisou passar por atendimento médico devido a uma queda de pressão.

“São oito meses de trabalho intenso e sem descanso na gestão do combate ao coronavírus em Blumenau, que segue sendo a prioridade do prefeito. Por esta razão, e seguindo a orientação da equipe de saúde, optou-se pelo encerramento do debate a fim de preservar sua saúde”, diz o comunicado.

O boletim atualizado do hospital ainda não foi divulgado. Segundo a assessoria, o prefeito foi atendido e passa bem. Ele deve ficar em repouso durante o domingo (22).

Por meio de nota anunciaram: “Ele agradece o candidato João Paulo Kleinübing (DEM) pela solidariedade e compreensão, aceitando o encerramento do debate”.

O debate

Durante o segundo bloco do programa, Mário Hildebrandt passou mal enquanto comentava a fala de seu oponente, João Paulo Kleinübing (DEM), se debruçou na bancada e foi socorrido pela mediadora Márcia Dutra.

Em seguida foi colocado numa cadeira. Neste momento o programa foi interrompido e a emissora prontamente acionou o serviço de emergência. O atendimento foi prestado pelos bombeiros e Samu ainda na sede da NDTV e o debate foi declarado encerrado.

Quando os socorristas chegaram aos estúdios da NDTV, Hildebrandt estava deitado em um sofá, já sendo amparado pela equipe. O secretário de Promoção da Saúde, que é médico, acompanhava o candidato e prestou os primeiros atendimentos.

+

Eleições 2020