Veja as promessas dos candidatos a prefeito para o turismo em Florianópolis

Dispostos a incrementar o turismo em Florianópolis, candidatos falam em revitalização de trilhas, ecoturismo, acessibilidade nas praias e até na criação de uma Secretaria

A ponte Hercílio Luz, as praias, cachoeiras e a natureza exuberante impulsionam o turismo na Ilha de Santa Catarina, tornando o setor um dos pilares da economia, sobretudo no verão. Mas quando colocamos uma lupa para acompanhar as propostas dos políticos que disputam a prefeitura da Capital vemos muitas promessas.

O ND+ visitou o programa dos dez candidatos à prefeitura da Capital para saber o que eles propõem ao turismo em Florianópolis.

A ponte Hercílio Luz, reativada em 2019, é uma das atrações mais importantes do turismo em Florianópolis. – Foto: Ricardo Wolffenbütel/Divulgação/ND

Há candidato que deseja criar um equipamento sinalizando a passagem de Dom Pedro I em Florianópolis e criar uma Secretaria de Turismo. Outro que quer captar eventos nacionais e internacionais para movimentar o turismo fora da temporada de verão.

Três candidatos sinalizam para o ecoturismo e outro fala na implantação de equipamentos turísticos adaptados às faixas de renda.

Confira as propostas de cada um deles:

Alexander Brasil (PRTB)

O candidato tem uma série de propostas, como reformar pontos turísticos e criar um equipamento sinalizando a passagem de Dom Pedro I em Florianópolis. Quer reinserir a cidade na rota dos transatlânticos e como destino de turismo náutico.

Alexander Brasil também quer incentivar projetos de construção de terminal de cruzeiros e marinas, incentivar parcerias público-privadas para o desenvolvimento do turismo na Capital e criar a Secretaria do Turismo.

Angela Amin (Progressistas)

A ex-prefeita diz que será importante a qualificação do turismo no período pós-pandemia, pois os hábitos de viagem mudarão radicalmente. Usará o diálogo como base para encontrar as soluções viáveis para incrementar o turismo em Florianópolis.

A proposta de Angela Amin diz, ainda, que as recomendações das diretrizes sobre a promoção do turismo são particularmente relevantes para mulheres e jovens, grupos particularmente afetados pela pandemia.

Dr. Ricardo (Solidariedade)

Pretende governar com sete secretarias, uma delas abrangendo Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Na estrutura dessa secretaria, o candidato teria profissionais, incluindo o secretário. Além disso, uma série de gerentes, como gerente do Mercado Público Municipal e do Centro de Eventos.

Dr. Ricardo também quer estimular o turismo rural e histórico da cidade. Além disso, quer implementar feiras de alimentos e artesanato local e inseri-las no turismo da cidade.

Gabriela Santetti (PSTU)

A proposta de governo de Gabriela Santetti não contempla o tema. Ao falar sobre turismo, refere-se em tom de crítica:

“Florianópolis é uma cidade com muitas desigualdades, porém, mascaradas para manter o lucro dos grandes empresários do turismo. Enquanto se vende uma cidade modelo, sem desigualdade, cada vez mais se joga a periferia para longe da cidade, escondida atrás de grandes empreendimentos imobiliários. Sem acesso a tudo aquilo que se vende para os turistas”.

Gean (DEM)

O atual prefeito quer aperfeiçoar, por exemplo, roteiros históricos e gastronômicos de turismo em Florianópolis. Promete desenvolver o Ecoturismo a partir das Unidades de Conservação, além de expandir e qualificar a sinalização turística na cidade, com os municípios vizinhos.

Gean também quer captar eventos nacionais e internacionais de esporte, saúde, educação, inovação, tecnologia, feiras e exposições para movimentar o turismo fora da temporada de verão.

Helio Bairros (Patriota)

Pretende criar uma política de incentivo ao turismo com valorização da cultura local para bares, restaurantes, oferecendo benefícios fiscais àqueles que preservam a cultura em suas fachadas. Quer melhorar as trilhas ecológicas, com sinalização adequada em português, espanhol e inglês.

Helio Bairros também quer revitalizar caminhos históricos e preservar trilhas, em parceria com empresas, escolas públicas e o trade turístico.

Jair Fernandes (PCO)

A proposta de governo do candidato Jair Fernandes não contempla o assunto do turismo em Florianópolis.

Orlando (Novo)

Orlando também diz que pretende estimular o turismo de conservação. A proposta do candidato não aprofunda o tema.

Na menção ao assunto, diz: “Florianópolis, por conta da sua reconhecida exuberância natural, possui um enorme potencial para explorar as atividades turísticas, sendo que a preservação ambiental é fundamental para esse ramo de atividade econômica”.

Pedrão (PL)

Quer elaborar o Plano Municipal do Turismo com as comunidades, empresas e organizações do trade-turístico, com medidas de incentivo ao setor e seus diversos segmentos. Quer incentivar o turismo ecológico, rural e de comunidade com base nos empreendimentos familiares.

Pedrão também quer estabelecer uma política pública de aproximação entre turismo, cultura e esporte, tendo em vista o fortalecimento do turismo cultural e de lazer em Florianópolis.

Professor Elson (PSOL)

Investir na segurança e acessibilidade às praias e pontos turísticos, atendendo pessoas com deficiência. Quer dar visibilidade e publicidade às atividades culturais desenvolvidas nas comunidades, dando visibilidade ao turismo alternativo;

Elson também quer democratizar o turismo em Florianópolis, planejando e incentivando a implantação de equipamentos turísticos adaptados às diferentes faixas de renda, como campings, hotéis e pousadas de variadas categorias.

+

Eleições 2020