Sabrina Aguiar

sabrina.aguiar@ndtv.com.br Coluna sobre os assuntos de Joinville e região. A economia, segurança pública, política e todos outros fatos por quem vive e pensa sobre as cidades.


Ferrenhos defensores partidários do Norte catarinense

Fim de semana foi marcado pelo apoio incondicional aos seu líderes maiores: Kennedy Nunes ao PTB e Clenilton Pereira ao PSDB em alinhamento para pleito de 2022

No último fim de semana, dois nomes da região Norte deram prova que não estão para brincadeira quando o assunto é vestir a camisa e o pensamento em relação ao momento político que estamos passando.

Kennedy Nunes (PTB), com a bandeira no Brasil no corpo, repudiou a prisão do presidente de seu partido Roberto Jefferson. Em seu perfil pessoal, o presidente estadual do partido chamou de invasão na esfera privada e um atentado à liberdade de expressão o que foi feito.

Deputado estadual Kennedy Nunes é presidente estadual do PTB e pré-candidato ao senado – Foto: DivulgaçãoDeputado estadual Kennedy Nunes é presidente estadual do PTB e pré-candidato ao senado – Foto: Divulgação

Desde então, ele escreve, fala e apela ao Supremo Tribunal Federal de que o PTB não é uma ‘milícia digital’ como foi declarada pelo ministro Alexandre de Moraes. “Eu não tenho medo”, declarou o deputado estadual. Kennedy não esconde de ninguém sua pré-candidatura com os olhos voltados ao Senado em 2022.

A defesa ferrenha de Nunes o coloca, talvez, em um dos maiores destaques de seu partido desde a prisão do ex-deputado. A repercussão já é grande nos bastidores da política. Foi ainda na noite de sábado que o PTB catarinense ingressou com habeas corpus em benefício de Roberto Jefferson. O pedido foi para que haja conversão da prisão em medida cautelar diversa, como a tornozeleira eletrônica.

Indignação do presidente do PTB catarinense é estampado em suas redes sociais – Foto: Foto: Divulgação InternetIndignação do presidente do PTB catarinense é estampado em suas redes sociais – Foto: Foto: Divulgação Internet

Ao ‘pai da vacina’

Foi assim a todo momento que o prefeito de Araquari Clenilton Pereira se direcionou ao governador de São Paulo João Doria Jr, já que para os partidários a iniciativa de começar o processo de vacinação no país, incluindo a distribuição da Coronavac foi dele. Durante encontro em Florianópolis, o prefeito de Araquari tirou foto, ficou bem próximo o máximo que pode e em seu discurso não poupou palavras de apoio a Doria.

Doria e tucanos de SC – Foto: Divulgação/NDDoria e tucanos de SC – Foto: Divulgação/ND

Em tom de brincadeira e descontração o chamou também de o “governador da vida”. A ferrenha defesa veio na hora de falar sobre o apoio ao governador paulista num pleito presidencial. Até 21 de novembro, os tucanos realizam eleições prévias para definir seu candidato à presidência em 2022 e a vinda foi para pedir apoio.

Por isso, o prefeito de Araquari e presidente da Fecam não titubeou. “Muitas pessoas hoje têm medo de anunciar apoio a este ou aquele candidato”. Em se tratando do presidente nacional do PSDB, Clenilton atribuiu a “fábrica de fake news” do Planalto que coloca na cabeça das pessoas que quem presta não presta.

Tal discurso também possui pretensões para pleitos maiores de Clenilton Pereira. A ambos nomes da política Norte catarinense, foram dias para colocar o nome ainda mais em ascensão. Serem vistos e lembrados.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...