Paulo Alceu

Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.


Fura-fila

Num país onde prevalece a histórica pergunta: Voce sabe com quem está falando?Certamente não é nenhuma surpresa esse tipo de comportamento sem caráter de fura-fila. Superar essa indignidade se resume em educação e espírito cidadão, cada vez mais raros. Dias atrás a filha de um ex-prefeito apareceu nas redes sociais com um frasco da coronavac, fazendo chacota. E a vacina não tinha ainda sido liberada pela Anvisa. Agora surgem denúncias de prefeitos, vereadores, servidores públicos tentando se beneficiar do famoso “carteiraço” para tomar a vacina antes de idosos com comorbidades, e, servidores da saúde que estão desde o início na frente de batalha. Essa atitude indigna não deixa de ser o mesmo quando o STF e o STJ pediram a FioCruz e ao Butantan uma cota extra de vacinas para os ministros e seus auxiliares. Exatamente, eles que estão protegidos e com salários garantidos, pois não fizeram nenhum gesto durante a pandemia. Querem tomar a vacina antes das pessoas mais frágeis e daqueles que oferecem a própria vida em defesa da vida dos outros. Estas pessoas desnutridas de espírito solidário lembram aqueles que desviaram dinheiro da saúde, durante esse período crítico, para seus benefícios. São seres que não merecem o mínimo respeito e consideração.