Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Inquérito policial isenta prefeito Gean Loureiro da acusação de estupro

Caso veio a público durante a campanha eleitoral do ano passado

Prefeito de Florianópolis,  Gean Loureiro  – Foto: Paulo Rolemberg/ NDPrefeito de Florianópolis,  Gean Loureiro  – Foto: Paulo Rolemberg/ ND

No inquérito sobre a acusação de estupro que veio a público durante a campanha eleitoral do ano passado, o delegado Gustavo Kremer, da 6ª DP, concluiu que não houve crime por parte do prefeito Gean Loureiro (DEM) na relação com a ex-servidora Rosana Ferrari.

Segundo Kremer, com base nas imagens apresentadas sobre o ato, “não há elementos de que houve a prática de alguma espécie de ameaça ou violência física”.

Em outra parte do relatório final do inquérito, o delegado registra: “denota-se que a conjunção carnal foi consensual, havendo inclusive diálogo, em tese, amistoso após a conclusão do ato”.

Com a conclusão do inquérito policial, o Ministério Público de SC  também decidiu pelo arquivamento da denúncia. Agora, a defesa de Gean  segue com um pedido de investigação sobre a falsa acusação e o vazamento de fotos íntimas sem o consentimento dos envolvidos, o que é crime. De acordo com as investigações, o vazamento não ocorreu por parte de agentes públicos.

Em outra esfera, que apura suposto ato de improbidade administrativa, a promotora Juliana Padrão Serra de Araújo, do MPSC, instaurou um inquérito civil sobre uso das dependências da Secretaria de Turismo de Florianópolis para relações sexuais. Segundo o MPSC, o inquérito civil foi aberto após coleta de informações, solicitadas por escrito aos envolvidos, e também levantamento de outros indícios que formaram base suficiente para configurar a possível prática de um ato de improbidade administrativa. A investigação poderá resultar em uma futura ação por ato de improbidade administrativa. Os próximos passos, de acordo com a promotoria, são a tomada de depoimento do prefeito e da ex-assessora.

Com informações da repórter do nd+, Bruna Stroisch.