Joinville apresenta reivindicações para novo secretário de desenvolvimento econômico

Luciano Buligon visitou a cidade na quinta-feira (18) e participou de reunião na CDL

Na primeira visita do novo secretário de desenvolvimento econômico, Luciano Buligon, a Joinville, no Norte de Santa Catarina, na quinta-feira (18), entidades e autoridades apresentaram diversas reivindicações. Em reunião realizada na CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) com a presença de representantes da Câmara de Vereadores, foram apresentadas duas demandas principais: o cabeamento subterrâneo na região central e a duplicação do acesso pela rua Ottokar Doerffel e Ministro Calógeras.

Entidades e autoridades apresentaram reivindicações joinvilenses a Luciano Buligon, que visitou Joinville na quinta-feira (18) – Foto: Divulgação/NDEntidades e autoridades apresentaram reivindicações joinvilenses a Luciano Buligon, que visitou Joinville na quinta-feira (18) – Foto: Divulgação/ND

As reivindicações são antigas e, para a CDL, contribuem para a melhoria e embelezamento de uma das principais entradas do município. Buligon destacou a importância do município para o Estado e demonstrou otimismo com a recuperação da economia.  “Tinha que começar o trabalho por aqui. Precisamos recuperar nossa autoestima e arregaçar as mangas para trabalhar e entregar o nosso melhor”, afirmou.

A CDL, que apresentou as demandas, solicitou o auxílio do secretário para negociar com a Celesc para viabilizar a ampliação da rede de fiação subterrânea. Atualmente, além dos cerca de cinco quilômetros já implantados na região central, há 4,2 mil metros com projeto já aprovado e a entidade pede que pouco mais de 10 quilômetros de cabeamento subterrâneo sejam instalados.

As duplicações das ruas Ottokar Doerffel e Ministro Calógeras também foram discutidas na região. A intenção é de transformar o trajeto na entrada principal da cidade. O coordenador da Câmara Multissetorial do Centro, Álvaro Cauduro, fala que as obras podem melhorar a autoestima dos joinvilenses que, para ele, foi abalada com a situação da região central após as obras de macrodrenagem.

“Muitas lojas fecharam no Centro e ainda tem o problema dos ambulantes e andarilhos. O governo do Estado e a Celesc podem ajudar a melhorar esta região que contempla a história, a cultura, o turismo, a gastronomia e o comércio”, ressaltou.

A vereadora Tânia Larson, que acompanhou a reunião, destacou a necessidade de investimentos na cidade e reforçou a importância de experiência na pasta. “E ter um adjunto de Joinville será de extrema importância para atender as demandas. Joinville precisa da atenção do Estado e sabemos que com Buligon as coisas vão acontecer”, afirmou.

O secretário reforçou a vontade de ter um adjunto da região de Joinville. “Aqui tem um ambiente empreendedor. Precisamos desta união para preencher as lacunas. Quando voltar para a cidade, quero trazer indicativos e apresentar ações”, revelou.

Buligon ressaltou que Santa Catarina é o segundo melhor estado para investir e para melhorar ainda mais, a intenção é investir em infraestrutura, como estradas, aeroportos e telecomunicações.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Política SC