Paulo Alceu

Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.


Justiça Federal decide pelo governador Moisés

A decisão da Justiça Federal impedindo que a Celesc mantivesse o reajuste de mais de 8% da energia elétrica foi festejado pelo governador Moisés. Por quê? O governador poderia ter evitado que o Procon acionasse a concessionária quando impôs o aumento. Evitado que a Procuradoria Geral do Estado também entrasse com uma ação contra o reajuste. Poderia ter evitado que a Assembleia Legislativa se antecipasse em defesa dos catarinenses e aprovasse uma lei impedindo aumentos de energia em período de calamidade. Ou seja, o governador Moisés poderia ter seguido o exemplo do governador do Paraná que em 2014 impediu um reajuste imposto pela Aneel, em nome da justiça social. Não se antecipou impedindo que o presidente da Celesc , nomeado por ele, anunciasse um reajuste de uma estatal onde o governo é majoritário, e justo num período de uma pandemia. Ou seja, viu tudo acontecer para hoje gravar uma live festejando a decisão da Justiça federal. Ou seja, não teve capacidade de tomar uma decisão pessoal e direta em defesa dos catarinenses , principalmente, menos afortunados. Graças da Deus que temos a Justiça Federal…protegendo Santa Catarina.