Karina Manarin

Com foco em notícias de política, o blog traz todos os dias também as informações do cotidiano e que interferem diretamente na vida das pessoas de todo o Sul Catarinense.


Mais cinco cidades do Sul tem projetos aprovados no Plano 1000

Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Içara, Orleans e Tubarão vão receber cerca de R$ 54 milhões

*Thiago Oliveira, interino

Em uma nova fase do Plano 1000, 15 cidades de Santa Catarina tiveram as propostas aprovadas para receber os recursos. Entre elas, cinco do Sul do Estado: Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Içara, Orleans e Tubarão.

Estrada de Sertão dos Corrêas receberá pavimentação em Tubarão – Foto: Divulgação/NDEstrada de Sertão dos Corrêas receberá pavimentação em Tubarão – Foto: Divulgação/ND

A maior parte dos investimentos está relacionada à pavimentação asfáltica, recuperação de pavimentos, acessos e revitalização. Juntas, as cinco cidades receberão cerca de R$ 54 milhões.

Araranguá: O município vai receber R$ 6.014.345,66 nesta fase para a pavimentação da Avenida Beira Mar, no bairro Paiquerê; das rodovias Ara 230 (Valdemar Nestor Inácio) e Ara 238 (Rod. Jovino M. P. de Souza), no bairro Manhoso, e das ruas Exp. Iracy Luchina e Pref. Ruy Stockler de Souza.

Balneário Arroio do Silva: A prefeitura receberá R$ 4.807.104,63 para urbanização de trecho da Orla Da Praia Central.

Içara: A cidade vai receber R$ 7.420.898,91 para a pavimentação da Rodovia ICR 253 – ICR 472 e da Rota do Turismo Rural – Etapa I.

Orleans: Os R$ 5.800.000 serão destinados à pavimentação da Rua Agenor Loli e à construção de uma ponte de concreto no bairro Coloninha.

Tubarão: A prefeitura receberá R$ 30 milhões nesta etapa. A transferência será distribuída entre obras de pavimentação nas estradas geral de Sertão dos Correas, Lageado e Barra do Norte; recuperação da rodovia Genésio de Souza Goulart; implantação da macrodrenagem e recomposição do pavimento da Avenida Venceslau Braz e obras do Parque Ambiental Cultural.

Todos os municípios de Santa Catarina estão recebendo recursos, que totalizam R$ 7,3 bilhões. Cada um recebe o equivalente a R$ 1 mil por habitante. A base de cálculo do Governo do Estado para a distribuição dos valores considera as estimativas mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Loading...