Manifestantes fazem passeata pelo voto impresso em Florianópolis

Milhares de pessoas se reuniram na Avenida Beira-mar Norte, no Centro da Capital, para pedir o voto impresso auditável

Milhares de pessoas foram às ruas da Capital, na tarde de domingo (1º), pedindo o voto impresso auditável. A concentração da passeata foi no trapiche da avenida Beira-Mar Norte, de onde o grupo saiu, às 16h, em passeata. Eles utilizaram as três faixas centrais da avenida e marcharam em direção à Polícia Federal, também na Beira-mar, onde o ato foi encerrado pouco depois das 18h.

Manifestantes seguem em passeata pela Beira-mar Norte pedindo o voto impresso – Vídeo: Divulgação/ND

Em Santa Catarina, além de Florianópolis, foram registradas manifestações em Itajaí, Balneário Camboriú, Blumenau, Pomerode, Joinville, Criciúma, Tubarão e Chapecó. Segundo um dos organizadores, de 8 a 10 mil pessoas participaram.

No sábado que vem, 7 de agosto, Bolsonaro estará em Florianópolis para uma motociata, tal qual em Chapecó, no Oeste, em 26 de junho. Também haverá manifestação no mar.

“Tem quase 5 mil lanchas e jet-skis confirmados. Vamos continuar nessa luta firmes e fortes pelo voto impresso auditável, pela apuração pública dos votos”, disse o apoiador de Bolsonaro, Alex Brasil. Ele concorreu a prefeito de Florianópolis, pelo PRTB, na eleição de 2020, e foi um dos organizadores da manifestação na Capital.

Um trio elétrico foi usado como palanque durante a passeata. Era onde estavam, por exemplo, Alex Brasil, o policial federal Edgar Lopes – que chegou a ser candidato a vice-prefeito na eleição passada, mas desistiu – e Julia Zanatta, candidata à prefeita de Criciúma pelo PL, na última eleição.

“Qual o problema de ser a favor de mais transparência? E isso não tem nada a ver com partido político, não. É pelo nosso futuro. Sou Bolsonaro até debaixo d’água, mas estamos aqui lutando por todo mundo”, declarou Julia.

Durante a manifestação, os bolsonaristas receberam apoio de motoristas na Beira-Mar com buzinadas. O casal de médicos Silvia Maria Schmidt, 55, e Luis Fernando Kopke, 64, também participou da passeata.

“O TSE não é dono da verdade, não. É um órgão que pertence ao povo. Que negócio é esse?”, perguntou Luis. “Estamos aqui para defender a democracia”, disse Silvia.

Guilherme Marcondes, 41, técnico em manutenção de máquinas de videogame, é paulista e mora na Ilha há 15 anos. Ele estava fantasiado de urna eletrônica com impressora e chamou atenção dos presentes.

“Eu fiz isso para facilitar o entendimento do voto impresso, que é uma conferência apenas. Você vota na urna normal e depois imprime, para ter uma recontagem. Só isso”, disse.

A seguir, fotos da manifestação pelo voto impresso auditável em Florianópolis:

Manifestantes se reúnem em passeata na Beira-mar Norte em Florianópolis, pedindo pelo voto impresso auditável – Foto: Divulgação/ND
1 10
Manifestantes se reúnem em passeata na Beira-mar Norte em Florianópolis, pedindo pelo voto impresso auditável – Foto: Divulgação/ND
Trio elétrico usado na manifestação pelo voto impresso auditável em Florianópolis – Foto: Divulgação/ND
2 10
Trio elétrico usado na manifestação pelo voto impresso auditável em Florianópolis – Foto: Divulgação/ND
O casal de médicos Luis Fernando, de Belo Horizonte, e Silvia, de Florianópolis, na manifestação pelo voto impresso auditável na tarde de domingo (1º) na Capital – Foto: Divulgação/ND
3 10
O casal de médicos Luis Fernando, de Belo Horizonte, e Silvia, de Florianópolis, na manifestação pelo voto impresso auditável na tarde de domingo (1º) na Capital – Foto: Divulgação/ND
Manifestante paulista, morador de Florianópolis há 15 anos, diz que se manifesta pela internet mas achou pouco e resolveu ir para a rua defender voto impresso como conferência do voto eletrônico – Foto: Divulgação/ND
4 10
Manifestante paulista, morador de Florianópolis há 15 anos, diz que se manifesta pela internet mas achou pouco e resolveu ir para a rua defender voto impresso como conferência do voto eletrônico – Foto: Divulgação/ND
Nem mesmo o debate realizado em Florianópolis por iniciativa conjunta do TRE e Instituto dos Advogados de Santa Catarina sobre o voto auditável chegou a um consenso – Foto: Divulgação/ND
5 10
Nem mesmo o debate realizado em Florianópolis por iniciativa conjunta do TRE e Instituto dos Advogados de Santa Catarina sobre o voto auditável chegou a um consenso – Foto: Divulgação/ND
Trânsito flui pelas laterais, enquanto manifestantes tomam as três pistas centrais da Beira-mar Norte neste domingo (1º) – Foto: Divulgação/ND
6 10
Trânsito flui pelas laterais, enquanto manifestantes tomam as três pistas centrais da Beira-mar Norte neste domingo (1º) – Foto: Divulgação/ND
Manifestação pelo voto impresso auditável reuniu milhares em Florianópolis com cartazes e bandeiras do Brasil – Foto: Divulgação/ND
7 10
Manifestação pelo voto impresso auditável reuniu milhares em Florianópolis com cartazes e bandeiras do Brasil – Foto: Divulgação/ND
Pedindo o voto impresso auditável, manifestantes foram objetivos em seus dizeres, a exemplo desta eleitora – Foto: Divulgação/ND
8 10
Pedindo o voto impresso auditável, manifestantes foram objetivos em seus dizeres, a exemplo desta eleitora – Foto: Divulgação/ND
Manifestação durou cerca de três horas, da concentração no trapiche da Beira-Mar Norte, por volta das 15h, ao encerramento na Polícia Federal, por volta das 18h – Foto: Divulgação/ND
9 10
Manifestação durou cerca de três horas, da concentração no trapiche da Beira-Mar Norte, por volta das 15h, ao encerramento na Polícia Federal, por volta das 18h – Foto: Divulgação/ND
Ato em Florianópolis reuniu milhares de pessoas favoráveis ao voto impresso auditável no domingo (1º) à tarde – Foto: Edgar Lopes/Divulgação/ND
10 10
Ato em Florianópolis reuniu milhares de pessoas favoráveis ao voto impresso auditável no domingo (1º) à tarde – Foto: Edgar Lopes/Divulgação/ND
+

Política SC

Loading...