Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Moisés dá bola nas costas de Moreira, seu indicado ao BRDE, ao falar na dívida da Saúde

Na narrativa para justificar a “compra desastrosa dos respiradores”, ao custo de R$ 33 milhões, governador disse que sua gestão “pagou a dívida impagável da saúde”, estimada em R$ 750 milhões

Ao mesmo tempo em que busca uma aproximação que mantenha conforto na base para a aprovação de projetos legislativos, o governador Carlos Moisés (sem partido) voltou chutar uma bola nas costas dos antecessores.

No final do mandato, em 2018, Moreira recebeu Moisés no Palácio da Agronômica – Foto: Divulgação/NDNo final do mandato, em 2018, Moreira recebeu Moisés no Palácio da Agronômica – Foto: Divulgação/ND

Na narrativa que criou para justificar a “compra desastrosa dos respiradores”, ao custo de R$ 33 milhões, Moisés disse que sua gestão “pagou a dívida impagável da saúde”, estimada em R$ 750 milhões.

Disse, também, que pagou a dívida de R$ 1,2 bilhão e têm R$ 2 bilhão em caixa.

O antecessor direto foi Eduardo Pinho Moreira (MDB), escolhido por Moisés para sentar na cadeira máxima destinada aos catarinenses no BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

Altair Magagnin Jr., interino

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...