“Muitas falhas de comunicação serão resolvidas”, diz secretário de Joinville

Thiago Boeing, titular da Secretaria de Comunicação, falou sobre os planos e as prioridades da pasta na nova administração

O entrevistado desta segunda-feira (1º) na série de entrevistas com os novos secretários de Joinville é Thiago Boeing, titular da Secretaria de Comunicação.

Thiago é jornalista, foi coordenador de comunicação e marketing no Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, já atuou como gerente de relações públicas na prefeitura e foi o responsável pelo cerimonial do Festival de Dança de Joinville nas últimas 14 edições do evento.

Thiago Boeing é o novo secretário de Comunicação de Joinville – Foto: Rogério da Silva/NDThiago Boeing é o novo secretário de Comunicação de Joinville – Foto: Rogério da Silva/ND

“A Secretaria de Comunicação é o que a gente chama de secretaria-meio porque atende todas as demais secretarias, funcionando como uma grande agência de comunicação. Tem sido uma experiência sensacional porque temos uma equipe de servidores extremamente qualificada, que conhece bem a prefeitura, e isso fazer com que a gente, mesmo só com um mês de atividade, já consiga desenvolver um trabalho e implantar mudanças”, destaca Thiago. Confira a entrevista:

Quais os desafios e prioridades da pasta?

A Secretaria de Comunicação tem como objetivo ser a grande fonte de informação das pessoas. Ela é por onde as informações da prefeitura, de todas as secretarias, vão chegar até as pessoas. O primeiro desafio é conseguir organizar os fluxos e processos para que as pessoas tenham acesso rápido às informações da prefeitura, de forma simples e sem distorção e prejuízo no processo.

Em relação à Covid-19, como melhorar a comunicação para a conscientização da população?

Em todas as áreas da prefeitura, há dois eixos fundamentais na comunicação: primeiro o diálogo, que é falar e ouvir, entender onde estão as dúvidas da população e ver o que é possível esclarecer. O segundo eixo é a verdade: a prefeitura tem que ser propagadora de mensagens verdadeiras e sem nenhum tipo de distorção. Acreditamos que muitas das falhas de comunicação vão ser resolvidas. Especificamente em relação à Covid-19, estamos fazendo a atualização diária da quantidade de pessoas imunizadas, a divulgação diária do boletim com atualização dos números. Com a comunicação, a gente dá o suporte necessário para que a Secretaria de Saúde faça a gestão da pandemia.

A prefeitura está pedindo a opinião dos cidadãos sobre o site institucional. Há previsão de mudanças?

Nesse primeiro momento, estamos fazendo um levantamento de onde a prefeitura já está presente, em que mídias ela está e onde podemos avançar, mesmo onde já estamos presentes. A gente está fazendo análises e estudos para ver como melhorar e avançar, focando muito em responder a população quando ela tem alguma dúvida e estabelecer o diálogo. Temos feito questões interativas na rede social, abrimos caixinhas de perguntas para as pessoas mandarem suas perguntas e esclarecer. 

As ações para otimizar a participação da prefeitura nos meios digitais são outro caminho. Estamos com um foco grande nas redes sociais porque é onde as pessoas buscam as informações. Também estamos estreitando a relação com a imprensa, munindo-a com informações e fazendo o relacionamento com a mídia de forma propositiva, não só esperando ela buscar a informação.

Reforçar a comunicação interna com o servidor é uma das propostas do plano de governo. Quais as propostas para fazer isso?

A gente está em parceria com a Secretaria de Gestão de Pessoas fazendo o mapeamento do que a gente já tem para encontrar as estratégias necessárias para avançar nisso. Hoje, há pouca coisa na linha de comunicação interna e a gente está junto com a secretaria para desenvolver essa estratégia.

Prefeitura quer fortalecer comunicação com os servidores – Foto: Luana Amorim/NDPrefeitura quer fortalecer comunicação com os servidores – Foto: Luana Amorim/ND

Reforçar a transparência na administração também foi uma das propostas do prefeito durante a campanha. Como a secretaria pode contribuir nesse sentido?

A base da comunicação do governo, e não só da secretaria, é o diálogo. Antes de o prefeito fazer a coletiva de lançamento do plano contra o coronavírus, por exemplo, ele reuniu todos os vereadores para ter um diálogo e explicar o que estava acontecendo e como seria. A gente acredita que é muito saudável.

Na semana passada, a gente acompanhou diversas cidades que estavam tendo fura fila na vacina. A prefeitura, de forma propositiva, começou a fazer o envio de nomes dos vacinados para o Ministério Público, sem que precisasse de uma decisão do MP. Nós estamos propondo o diálogo para que a informação e a transparência cheguem. É mais que uma ação da Secretaria da Comunicação, é uma política de comunicação implantada na prefeitura e que passa por todos os segmentos.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Política SC