Novo diz que reprova atitude de vereador que tentou coagir guarda em Blumenau

Um vídeo divulgado nesta quinta-feira (1º) mostra Emmanuel "Tuca" dos Santos discutindo com o servidor após a esposa ser multada em frente à Câmara de Vereadores

O Diretório Municipal do Partido Novo em Blumenau se manifestou após a divulgação de um vídeo onde o vereador Emmanuel “Tuca” dos Santos aparece coagindo um agente de trânsito após a esposa ser multada, na região central da cidade.

Ela foi autuada por parar em local proibido e transitar no corredor de ônibus enquanto deixava o parlamentar em frente à Câmara de Vereadores. O episódio aconteceu em abril, mas foi divulgado apenas nesta quinta-feira (1º) pelo site Informe Blumenau.

Episódio aconteceu em abril deste ano, mas veio à tona apenas nesta quinta-feira (1º) – Foto: Reprodução/Informe BlumenauEpisódio aconteceu em abril deste ano, mas veio à tona apenas nesta quinta-feira (1º) – Foto: Reprodução/Informe Blumenau

Durante a abordagem o parlamentar diz que vai usar a tribuna do Legislativo para criticar o trabalho realizado pela Guarda Municipal de Trânsito que, na avaliação dele, teria cometido alguns erros.

“Vamo toca-lhe o pau. O senhor multa e eu vou toca-lhe o pau na Guarda. […] Realmente eu não vou mais perdoar Seterb, vou fiscalizar vocês, vou tocar o pau hoje!”, ameaça o vereador.

Por meio de nota, o Novo disse que reprova a atitude do vereador e que espera cordialidade e respeito de seus parlamentares. O diretório considera ainda que Tuca agiu bem ao reconhecer o erro.

Ainda assim, segundo o comunicado, o caso foi encaminhado ao órgão partidário responsável que pode até mesmo impor algum tipo de punição ao vereador.

Confira a nota na íntegra:

“O diretório municipal do partido NOVO de Blumenau reprova com veemência a atitude do seu vereador Emmanuel Tuca Santos, conforme vídeo divulgado pela imprensa.

Independentemente da situação, esperamos que nossos parlamentares sempre ajam com cordialidade e respeito.

Em que pese a atitude reprovável, consideramos que o vereador fez bem ao prontamente reconhecer o seu erro e pedir desculpas ao agente e a população de Blumenau.

Encaminhamos o caso ao órgão partidário responsável, que é quem deve adotar as providências cabíveis, conforme prevê nosso estatuto”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política SC

Loading...