Paulo Alceu traz novidades sobre a contratação de auditores fiscais e procuradores em SC

O governo do Estado contestou a decisão do Tribunal de Contas de suspender temporariamente a contratação de 90 auditores fiscais e 17 procuradores

O governo do Estado contestou a decisão do Tribunal de Contas de suspender temporariamente a contratação de 90 auditores fiscais e 17 procuradores, nomeados no dia primeiro de julho.

A justificativa do governo é que, por conta da pandemia, existe a permissão para reposições decorrentes de vacâncias de cargos. Já o Tribunal de Contas, considera que essas vacâncias são referentes às áreas de saúde e segurança pública.

Confira mais detalhes no comentário de Paulo Alceu.

+

ND Notícias