Respiradores: PF não encontra indícios de crime por parte de Moisés

A Polícia Federal (PF) não encontrou provas contra Carlos Moisés no caso da compra dos 200 respiradores por R$ 33 milhões.

O inquérito da Polícia Federal foi encaminhado nesta terça-feira (27) ao ministro Benedito Gonçalves, do STJ (Superior Tribunal de Justiça). Na segunda-feira (26), o governador afastado prestou depoimento à PF.

A defesa de Carlos Moisés acredita que, a partir do relatório, o Ministério Público Federal possa pedir o arquivamento do processo.

Mais detalhes no ND Notícias. Confira!

+

ND Notícias