Karina Manarin

Com foco em notícias de política, o blog traz todos os dias também as informações do cotidiano e que interferem diretamente na vida das pessoas de todo o Sul Catarinense.


” Sindicato quer que o juiz substitua o prefeito e o TJ” , escreve magistrado em decisão

O pedido na ação era para manter diretores de escolas em suas funções. Eles foram retirados pelo prefeito de Criciúma após liminar do Tribunal de Justiça

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Criciúma e Região entrou com ação na justiça solicitando tutela de urgência para sustar os decretos que dispensaram diretores da função gratificada.

Parte da decisão do Juiz Pedro Aujor – Foto: ReproduçãoParte da decisão do Juiz Pedro Aujor – Foto: Reprodução

Isso porque, depois da liminar do Tribunal de Justiça que suspendeu a eleição direta para diretores, o prefeito Clésio Salvaro, do PSDB,  iniciou as substituições na rede pública municipal.

A alegação do Sindicato é que ainda não houve o julgamento do mérito da questão e os diretores eleitos não terminaram o mandato. Por isso, o pedido era para que os diretores permanecessem nos cargos até o fim do mandato ou pelo menos até o Julgamento do mérito.

“Traduzindo  em miúdos, o sindicato pretende em uma só tacada que o juiz singular substitua o prefeito na função é o Tribunal de justiça na atuação , mantendo os diretores de escolas que foram eleitos por norma inconstitucional assim declarada em liminar suspensiva e em função da própria liminar exonerados”, diz o juiz Pedro Aujor Furtado Junior em uma parte sentença.

CONFIRA AQUI A DECISÃO NA ÍNTEGRA