Tribunal especial julga amanhã impeachment de Carlos Moisés no caso dos respiradores

O presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina negou o pedido do deputado Ivan Naatz, para suspender o julgamento do impeachment.

De acordo com Ricardo Roesler, os argumentos apresentados não são suficientes.

A sessão marcada para começar às 9h da manhã desta sexta-feira (7), está confirmada.

Confira mais detalhes na reportagem.

+

ND Notícias