Altair Magagnin

altair.magagnin@ndmais.com.br Não é só sobre política. É sobre o impacto das decisões públicas na tua vida. Jornalista profissional com experiência multimídia, acompanha os bastidores do poder e traz análises e notícias exclusivas. Siga @altamagagnin nas redes.


Uma decisão política mexe completamente no cenário eleitoral em Santa Catarina; veja impactos

Iminente anúncio do prefeito de Criciúma em não concorrer em chapa com prefeito de Chapecó reinicia as composições para o governo do Estado e o Senado por Santa Catarina

A negativa do prefeito Clésio Salvaro (PSDB) para concorrer nas Eleições de 2022 ao governo do Estado como candidato a vice, fato que deve ser confirmado nesta segunda-feira (28), tem amplos desdobramentos políticos. Recoloca a bola ao centro.

Centro Administrativo do governo de Santa Catarina – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Divulgação/NDCentro Administrativo do governo de Santa Catarina – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Divulgação/ND

O mais direto é o fim da própria chama. O prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), deve desistir de concorrer.

Dentro do PSD, volta a ganhar força a candidatura do ex-governador Raimundo Colombo, que havia dado carta branca para Rodrigues viabilizar uma chapa, o que não aconteceu.

🔥Siga o blog e acompanhe a política de SC em tempo real

Também volta com força ao contexto político a candidatura do prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (União Brasil).

Há um acordo entre PSD e UB – leia-se Colombo e Loureiro – para que o melhor cotado nas pesquisas seja o cabeça de chapa.

Além disso, o bolsonarismo volta a se concentrar nas mãos do senador Jorginho Mello (PL), candidato ao governo estadual.

Sobre Luciano Hang, o empresário se aproxima mais do PL, ou da desistência de disputar o Senado.

O governador Carlos Moisés (Republicanos) pode aproveitar a oportunidade para tentar sair do isolamento político que viu como consequência desde a filiação partidária – ou acabar sozinho de vez.

No outro campo do espectro político, a chamada Frente de Esquerda acompanha os desdobramentos.

Os nomes mais fortes na corrida eleitoral são do ex-deputado federal Décio Lima (PT), do senador Dário Berger (PSB), e do ex-deputado estadual Gelson Merisio (Cidadania).

Participe do grupo e receba as principais notícias
das Eleições 2022 na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...