Uma gestão voltada às pessoas

Após quatro meses de governo, o prefeito de Biguaçu, Salmir da Silva, prepara novas ações de incentivo à economia e diz que a meta é fazer com que a cidade cresça cada vez mais

Uma administração com foco nas necessidades das pessoas, com mais participação da comunidade nas decisões e pautada no crescimento, no desenvolvimento com estrutura e na qualidade de vida da população. Nesta segunda-feira (17), quando Biguaçu comemora 188 anos, o prefeito da cidade, Salmir da Silva (MDB), que assumiu o comando do Executivo neste ano, diz que os primeiros meses de governo foram desafiadores, de muito trabalho, mas também de muitas conquistas.

Natural de Blumenau, ele é empresário, tem 50 anos e foi eleito vereador em 2016. Em 2019, assumiu o cargo de presidente da Câmara Municipal. Nesta entrevista, o prefeito antecipa ações voltadas a fomentar a economia que serão lançadas nas próximas semanas, diz que a prioridade da administração hoje é a saúde, mas há investimentos previstos em todas as áreas. A meta, destaca Silva, é entregar uma cidade mais desenvolvida e com mais qualidade de vida a todos os cidadãos.

Salmir da Silva (MDB), que assumiu o comando do Executivo neste ano – Foto: PMB/Divulgação/NDSalmir da Silva (MDB), que assumiu o comando do Executivo neste ano – Foto: PMB/Divulgação/ND

Como avalia os primeiros meses de governo?

O início da nossa gestão não foi fácil e em alguns aspectos ainda estamos encontrando muitas dificuldades. Assumimos a prefeitura no pior momento da pandemia e isso se refletiu não apenas na saúde, mas em todas as áreas. Essa realidade e o impacto foram sentidos principalmente por estarmos em nosso primeiro mandato. Precisamos montar nossa estrutura administrativa, escolher nossos secretários e eles tiveram que se situar em meio ao caos em que se encontravam algumas unidades e secretarias. Tivemos que agir com cautela, mas com agilidade em algumas situações, principalmente aquelas ligadas à saúde, pois estamos lidando com a vida das pessoas. Além de tudo isso que já elenquei, enfrentamos muitos problemas ocasionados pelas chuvas. Isso trouxe muitos danos como pontes derrubadas, pavimentações e tubulações danificadas, além de prejuízos às famílias que foram atingidas pelas intempéries. Passados os primeiros quatro meses e meio, estamos confiantes de que em breve colocaremos em prática tudo que planejamos para o município de Biguaçu.

O que já conseguiu entregar e quais foram as principais realizações neste período?

Desde o primeiro dia governo trabalhamos incansavelmente para manter todos os serviços em funcionamento. Identificamos os contratos e convênios que estavam paralisados e demos continuidade em obras e projetos. Iniciamos o trabalho de limpeza urbana na cidade, uma demanda urgente e que requereu muito trabalho e dedicação da nossa equipe de licitações. Estamos deflagrando também um processo para melhorar o serviço de coleta de resíduos sólidos. Na saúde ampliamos o atendimento e a oferta dos serviços, melhoramos a estrutura da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24h, principalmente para atendimento no Centro de Triagem da Covid-19. Ampliamos os leitos para atendimento de pacientes com coronavírus no Hospital de Biguaçu e aumentamos a oferta de procedimentos realizados naquela instituição.

Biguaçu é hoje um dos municípios que mais cresce no Estado. A que atribui esse desenvolvimento?

É notório que Biguaçu cresceu nos últimos anos e estamos focados em fazer a cidade avançar ainda mais. Não basta apenas crescer, precisamos desenvolver, buscar alternativas para que esse crescimento ocorra de forma organizada e para que possamos colher bons frutos. Temos uma localização privilegiada por estarmos perto dos portos de Itajaí e Imbituba e do aeroporto de Florianópolis. O maior trecho do contorno rodoviário da BR-101 está inserido dentro de Biguaçu e muitas empresas já estão procurando áreas no entorno para se instalarem. Tudo isso facilita a logística e aumenta o interesse dos investidores por nossa cidade.

Quais são os desafios e ações previstas para a área de Educação?

Hoje o maior desafio é a retomada das aulas e atividades da Secretaria de Educação com segurança para os profissionais e alunos. Penso que para voltar totalmente ao normal ainda vamos levar um bom tempo. Iniciamos o ano letivo de forma remota e recentemente voltamos às atividades presenciais. Investimos na compra de materiais e equipamentos de segurança como álcool, máscaras, protetores faciais, aventais e termômetros.

Mudamos a estrutura das unidades escolares para que possamos manter o distanciamento e assim ter os alunos de volta às escolas e CEIMs (centros de educação infantil municipal). Temos em nosso planejamento a construção de duas creches, nos bairros Fundos e Saveiro, e a conclusão da creche no bairro Saudade. No nosso planejamento também está prevista a reforma de todas as unidades. Estamos trabalhando para implantar o ensino integral, que deve ocorrer de forma gradual, e instalar no município uma unidade de ensino profissionalizante. Vamos colocar em prática uma das propostas do nosso Plano de Governo que é o fornecimento de material e uniforme escolar para os alunos da rede municipal.

Na saúde, como está o enfrentamento da pandemia de Covid-19? E a vacinação?

Como falei antes, temos trabalhado muito no enfrentamento à pandemia. Iniciamos nossa administração no ápice das infecções e isso exigiu muito de nós gestores e de toda equipe de profissionais da Saúde. Melhoramos a estrutura da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) com instalação de novos pontos de oxigênio, criamos leitos com respiradores mecânicos e bombas de infusão, praticamente uma Unidade de Terapia Intensiva dentro da UPA. Investimos em melhorias no Centro de Triagem naquela unidade e reorganizamos os atendimentos em todas as Unidades de Saúde do município. A vacinação está ocorrendo conforme as determinações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde e de acordo com as doses de imunizante que nos são enviadas. Chegamos aos idosos de 60 anos com a primeira dose e já aplicamos a segunda dose naqueles que tem idade a partir de 66 anos. Nesta semana, que antecede o aniversário da cidade, iniciamos também a vacinação das pessoas com comorbidades.

Que ações e obras estão previstas para o município de Biguaçu para os próximos meses?

Nas próximas semanas vamos apresentar um grande pacote de investimentos e ações para a cidade. Estamos finalizando um Plano de Retomada e Pacote Econômico que prevê atração de novas empresas e o apoio às que já estão no município, geração de emprego e renda e incrementação da receita. Vamos criar junto à Secretaria de Planejamento e Gestão um Escritório de Projetos a fim de acelerar os processos e captar recursos junto aos órgãos estaduais e federais. Já temos recursos encaminhados e vamos construir a Policlínica da Região Sul, que vai atender as comunidades do Bom Viver, Jardim Janaína, Marco Antônio e Mar das Pedras. Vamos construir ainda o Centro Dia, um espaço que vai atender nossa população idosa que precisa de atenção. Estamos finalizando os projetos e vamos abrir licitação para pavimentação de estradas e ruas na área rural de Biguaçu e concluir as obras do prédio que pertencia à Câmara de Vereadores e que se tornará o novo centro administrativo do município.

O que Biguaçu pode esperar para os próximos anos? Quais são as metas?

O município de Biguaçu e os biguaçuenses podem esperar uma cidade mais desenvolvida e com maior qualidade de vida para todos. Vamos trabalhar para colocar em prática tudo que planejamos e apresentamos à população antes de assumirmos a Prefeitura.  É assim que queremos continuar trabalhando. Nossa meta é a partir do segundo semestre, passado o período de organização das secretarias, iniciar todos as obras e ações que já citei. Vamos priorizar a Saúde, vamos dar atenção à Educação, vamos investir em infraestrutura.

Que mensagem deixa aos Biguaçuenses no aniversário da cidade?

Ao comemorarmos os 188 anos de nossa cidade, quero dizer aos biguaçuenses, aqueles que aqui nasceram ou que escolheram nossa cidade para viver, que me sinto feliz por estar à frente da administração dessa cidade tão querida. Biguaçu é formada por homens e mulheres dedicados ao trabalho e à família. Formada por pessoas que no campo, no mar, nas empresas, nos escritórios, nas fábricas, comércio, setor de serviços, salas de aula e estabelecimentos de Saúde dão o seu melhor. Eu e o Alexandre, meu vice, adotamos duas palavras que norteiam nossa gestão: Trabalho e Honestidade. Com essas palavras reassumo, no aniversário de Biguaçu o meu compromisso de trabalhar por uma cidade cada vez melhor.

+

Biguaçu 188 anos