Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Uso do plenário da Alesc para sessões da Câmara de Florianópolis está descartado

Ato da mesa da Assembleia, de enfrentamento à pandemia, restringe acesso ao prédio e atividades que não sejam essenciais ao Parlamento estadual

Em resposta à consulta feita pela Câmara de Florianópolis, a Alesc informou que não será possível ceder o plenário para a retomada das sessões presenciais dos vereadores, suspensas desde o início da pandemia. As votações estão sendo feitas on-line, com transmissão pela TV Câmara e pelo Youtube do Legislativo municipal.

Plenário da Assembleia Legislativa de SC – Foto: Bruno Collaço/Divulgação/NDPlenário da Assembleia Legislativa de SC – Foto: Bruno Collaço/Divulgação/ND

É que um ato de fevereiro restringe o acesso ao prédio da Praça Tancredo Neves, além de suspender o uso das suas dependências para atividades que não sejam essenciais do Parlamento catarinense. 

A ideia do Legislativo municipal era usar o plenário da Assembleia para um esforço concentrado de sessões às segundas-feiras, quando não há utilização pelos deputados estaduais.

O espaço físico é bem maior e, portanto, mais adequado para garantir o cumprimento das medidas preventivas contra a Covid-19 do que as instalações do Legislativo municipal.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.