Karina Manarin

Com foco em notícias de política, o blog traz todos os dias também as informações do cotidiano e que interferem diretamente na vida das pessoas de todo o Sul Catarinense.


Vereador de Criciúma pode perder mandato por filiação extemporânea

Jair Alexandre foi notificado ontem de Ação que tramita na Justiça. Trata-se de questionamento acerca da filiação dele ao PL, que pode ter acontecido após o prazo legal permitido

O vereador Jair Alexandre, do PL de Criciúma, foi notificado ontem em processo que pode culminar na perda de seu mandato. A questão em pauta é questionamento acerca da filiação dele ao PL, que pode ter acontecido após o prazo legal permitido para sua candidatura à reeleição.

Jair Alexandre foi eleito pelo PSC em 2016 e em 2020, chegou a assinar ficha no PP mas em seguida anunciou que concorreria à reeleição pelo PL. Tudo aconteceu no mês de abril, prazo da justiça eleitoral para filiação de quem pretendia estar nas eleições de 2020.

“Existem dados que não fecham com a versão que o vereador apresenta”, informa o advogado Fábio Jeremias, que cuida do caso.

A autoria da ação é do suplente de vereador do PL, Gentil Francisco. O vereador Pastor Jair tem três dias para apresentação da defesa.

Vereador Jair Alexandre – Foto: Divulgação/NDVereador Jair Alexandre – Foto: Divulgação/ND