Vereadores aprovam reposição salarial dos servidores municipais de Itajaí

Reajuste de 9,32%, correspondente ao IPCA, já deve ser pago no salário e no vale-alimentação de agosto

Com 16 votos favoráveis, os vereadores de Itajaí aprovaram o projeto de lei do Executivo que autoriza a concessão da revisão geral anual dos servidores públicos municipais, nesta terça-feira (17).

O projeto foi aprovado em votação única, em regime de urgência. O reajuste, de 9,32%, correspondente à variação do IPCA (Índice de Preços ao consumidor Amplo) entre 1º de maio de 2019 e 30 de abril de 2021. A reposição é sobre o vencimento de julho de 2021, e vale para o salário e o vale-alimentação dos servidores.

Vereadores aprovam reposição salarial dos servidores municipais de Itajaí – Foto: Sindifoz/DivulgaçãoVereadores aprovam reposição salarial dos servidores municipais de Itajaí – Foto: Sindifoz/Divulgação

Decisão judicial

A concessão foi autorizada por uma liminar da Vara da Fazenda Pública de Itajaí considerou que a revisão geral anual é um direito constitucional, que não se enquadra na lei Federal 173/2020, que, entre outras coisas, proibiu o reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste ano.

O município chegou a recorrer, mas o TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina) manteve a liminar em favor do Sindifoz (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região da Foz do Rio Itajaí).

Reposição aos servidores do Legislativo também foi aprovada

Na mesma sessão, a Câmara de Vereadores aprovou, com 15 votos favoráveis, o projeto de lei do Legislativo, que autoriza revisão geral anual dos servidores da Câmara.

O índice de referência foi o IPCA, o mesmo concedido aos servidores do Executivo, 9,32% referentes ao período de 1° de maio de 2019 a 30 de abril de 2021, com efeito a partir de 1º de agosto de 2021.

Os projetos vão, agora, para sanção do prefeito Volnei Morastoni (MDB).

Servidores entraram em greve pela reposição

Entre os dias 9 e 17 de agosto, o Sindifoz mobilizou cerca de 1,4 mil servidores em uma greve, sob pedidos para reposição salarial. Segundo o sindicato, os servidores ficaram dois anos sem o reajuste, em função da lei Federal 173/2020, que, entre outras coisas, proibiu o reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais até 31 de dezembro deste ano.

A greve foi encerrada na terça-feira (17), depois que o Executivo encaminhou o projeto para concessão do reajuste à Câmara de Vereadores.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política SC

Loading...