Altair Magagnin

altair.magagnin@ndmais.com.br Não é só sobre política. É sobre o impacto das decisões públicas na tua vida. Jornalista profissional com experiência multimídia, acompanha os bastidores do poder e traz análises e notícias exclusivas. Siga @altamagagnin nas redes.


VÍDEO: Deputada de SC dá puxão de orelha em colegas: ‘a gente não sabe se comportar’

Paulinha falou para um plenário esvaziado em função do feriado municipal em Florianópolis, mas não poupou críticas e defesas ao governador Carlos Moisés

Na véspera do feriado municipal em Florianópolis, a Alesc (Assembleia Legislativa) teve a pauta esvaziada nesta terça-feira (22). Não houve reunião da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) pela manhã e a pauta foi resolvida em pouco mais de 40 minutos na sessão ordinária da tarde.

Paulinha disse que não é “puxa-saco” do governador - Bruno Collaço/Divulgação/ND
1 4
Paulinha disse que não é “puxa-saco” do governador - Bruno Collaço/Divulgação/ND
Disse que tem discernimento em relação aos bons feitos de Moisés por Santa Catarina, citando ações na Saúde, Educação e Infraestrutura - Bruno Collaço/Divulgação/ND
2 4
Disse que tem discernimento em relação aos bons feitos de Moisés por Santa Catarina, citando ações na Saúde, Educação e Infraestrutura - Bruno Collaço/Divulgação/ND
Afirmou que as ações do Executivo não podem ser ofuscadas “por uma conversa sem nexo” - Bruno Collaço/Divulgação/ND
3 4
Afirmou que as ações do Executivo não podem ser ofuscadas “por uma conversa sem nexo” - Bruno Collaço/Divulgação/ND
“A sociedade não acredita nos políticos, nos xinga na rua, porque, muitas vezes, a gente não sabe se comportar”, criticou. - Bruno Collaço/Divulgação/ND
4 4
“A sociedade não acredita nos políticos, nos xinga na rua, porque, muitas vezes, a gente não sabe se comportar”, criticou. - Bruno Collaço/Divulgação/ND

E esse tempo incluiu os discursos. A primeira e uma das únicas a falar foi a deputada Paulinha (sem partido). Se, na semana passada, houve cobrança pelo silêncio em relação ao episódio aviões, nesta terça, a parlamentar saiu em defesa do governador Carlos Moisés (Rep).

Assista aos principais trechos do discurso

Paulinha disse que não é “puxa-saco” do governador, mas que tem discernimento em relação aos bons feitos de Moisés por Santa Catarina, citando ações na Saúde, Educação e Infraestrutura.

Afirmou que as ações do Executivo não podem ser ofuscadas “por uma conversa sem nexo, cujo propósito é apenas desonrar a história de alguém”. E deu um puxão de orelha nos colegas. “A sociedade não acredita nos políticos, nos xinga na rua, porque, muitas vezes, a gente não sabe se comportar”, criticou.

Sem citar o episódio dos aviões, Paulinha encerrou com uma alfinetada aos demais colegas da base governista. Disse que vai continuar a defender o Executivo, “eventualmente solitária e triste”, mas com coragem e sem medo das consequências.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...