Karina Manarin

Com foco em notícias de política, o blog traz todos os dias também as informações do cotidiano e que interferem diretamente na vida das pessoas de todo o Sul Catarinense.


VÍDEO: Deputada Ana Campagnolo quer CPI para investigar aborto de menina de 11 anos em SC

Parlamentar pretende abrir uma CPI na Assembleia Legislativa de Santa Catarina para apurar as circunstâncias do procedimento realizado na quarta-feira (22) em hospital de Florianópolis

A deputada estadual Ana Campagnolo (PL) informou, através de suas redes sociais, que quer uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) para apurar as circunstâncias do aborto realizado em uma menina de 11 anos vítima de estupro no Estado.

O MPF (Ministério Público Federal) confirmou que o procedimento foi realizado na noite de quarta-feira (22). A gestação tinha 29 semanas. À abertura da CPI são necessárias 14 assinaturas.

A deputada contabiliza, além de seu próprio voto, por ora cinco deputados comprometidos com a assinatura: Jessé Lopes, do PL, Ismael dos Santos, do PSD,  Kennedy Nunes, do PTB, Jair Miotto, do União Brasil, e Bruno Souza, do Novo.

Ana Campagnolo, do PL, está propondo uma CPI na Assembleia Legislativa  – Foto: Vicente Schmitt/Divulgação/NDAna Campagnolo, do PL, está propondo uma CPI na Assembleia Legislativa  – Foto: Vicente Schmitt/Divulgação/ND

O caso foi publicado pelos portais Catarinas e The Intercept Brasil. O relato inicial é que a mãe teria procurado o Hospital Universitário em Florianópolis, mas a instituição não realizou o procedimento em razão de, à época, a gravidez estar na 22ª semana e não haver decisão judicial para a realização.

A família recorreu à Justiça, que afastou a menina do convívio familiar, mantendo-a em um abrigo. Após a repercussão, o Ministério Público Federal recomendou ao hospital nesta semana que o aborto fosse realizado.

Também ao longo da semana, nova informação sobre o caso foi divulgada. A de que o suspeito do estupro é um adolescente que teria convívio social com a vítima.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...