VÍDEO: Vereador é afastado após apalpar nádegas de empresária em SC

Caso ocorreu em dezembro de 2021 e decisão de afastamento foi decidida após votação da Câmara no dia 26 de abril

O vereador Senor Anselmini (PP), do município de Caibi, no Extremo-Oeste de Santa Catarina, foi afastado por 12 meses após ter sido flagrado apalpando as nádegas de uma empresária da cidade. O caso, denunciado como importunação sexual, ocorreu durante festividades do Natal de 2021.

Situação ocorreu durante festividade de Natal. – Foto: Reprodução/InternetSituação ocorreu durante festividade de Natal. – Foto: Reprodução/Internet

Na última terça-feira (26), em sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Caibi, os vereadores votaram e decidiram pelo afastamento de Anselmini.

A votação do processo administrativo disciplinar definiu a punição ao vereador Anselmini pelo ato de importunação sexual. Entre as opções estipuladas pela comissão processante estava disponível para votação a pena mínima de 10 meses; pena média de 12 meses; e pena máxima de 15 meses.

Por maioria, 5 votos a 4, foi definida a pena média de 12 meses para suspensão do vereador. O cumprimento da pena passou a valer a partir do dia 1º de maio, de acordo com a Câmara de Vereadores.

Presidida por Jair Di Domenico (MDB), a sessão contou com a presença dos vereadores: Carme Vitsrki (PP), Diogo Valdemeri (PT), Gilmar Carlesso (MDB), Julio Urqueta (MDB), Neocir Parizotti (MDB), Raimundo Ambrosio e Viviane Vockes (PP). A Vereadora Edimara Conte Portes (PP), que realiza curso em Brasília (DF), participou da sessão de forma online.

A reportagem tentou contato com o vereador Anselmini, mas não obteve retorno até às 18h15 desta segunda-feira (2). O espaço para manifestação do vereador segue aberto.

Veja:

Caso ocorreu no fim de 2021. – Vídeo: Reprodução/Internet

Entenda o caso

A Câmara de Vereadores de Caibi recebeu, de forma anônima, uma denúncia sobre o suposto caso de importunação sexual contra uma empresária da cidade. Os vereadores convocaram a vítima para prestar esclarecimentos sobre a denúncia.

Uma comissão foi montada para instauração da sindicância, formada pelas vereadoras Edimara Conte Portes (PP), Viviane Vockes (PP), e a suplente Dominga Demarchi Rizzi (MDB), que na época substituía o vereador licenciado Julio Urqueta (MDB).

Ouvida a suposta vítima, de forma sigilosa, a comissão entendeu que houve indícios de importunação sexual praticado pelo vereador. O caso teria ocorrido durante o ato de entrega de uma lembrança à empresária e o esposo, patrocinadores do Doce Natal de Caibi.

No momento da entrega, o vereador colocou a mão direita nas nádegas da mulher. O momento foi registrado em vídeo que mostra, inclusive, a mulher retirando a mão do vereador.

Uma comissão especial de investigação foi montada com o presidente Diogo Valdemeri, secretário Raimundo Ambrosio e membro Neocir Parizotti. A vítima então voltou à Câmara de Vereadores para ser ouvida pelos demais representantes do Poder Legislativo.

Acusação e defesa apresentaram suas respectivas provas testemunhais, quando o acusado, Vereador Senor Anselmini, também prestou depoimento.

Por 3 votos a 0, a comissão especial de investigação entendeu por comprovado o ato de importunação sexual praticado pelo investigado e, conforme provas juntadas aos autos, recomendou o afastamento do vereador. O período de afastamento foi definido em sessão extraordinária.

Confira como votou cada vereador:

  • Vereadora Edimara Conte Portes (PP) – Pena Média de 12 meses;
  • Gilmar Carlesso (MDB) – Pena Máxima de 15 meses;
  • Viviane Vockes (PP) – Pena Média de 12 meses;
  • Neocir Parizotti (MDB) – Pena Máxima de 15 meses;
  • Carme Vitsrki (PP) – Pena Média de 12 meses;
  • Diogo Valdemeri (PT) – Pena Média de 12 meses;
  • Julio Urqueta (MDB) – Pena Máxima de 15 meses;
  • Raimundo Ambrosio (PP) – Pena Média de 12 meses;
  • Jair Di Domenico (MDB) – Pena Máxima de 15 meses.

O ND+ tentou contato com o vereador na noite desta segunda-feira (2) e manhã desta terça-feira (3), mas não obteve retorno.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política SC

Loading...