Apenas uma surpresa no secretariado de Udo

Fundema foi a surpresa do novo governo municipal

Apenas uma surpresa

Entre os nomes anunciados do secretariado de Udo Döhler, apenas o engenheiro civil Aldo Borges pode ser considerado uma surpresa na Fundema (Fundação Municipal de Meio Ambiente). Udo teve que buscar a solução de fora, já que ele era secretário de Planejamento em Araquari. Os demais foram cogitados pela imprensa nas últimas semanas.

Troca

Como o vereador eleito Fabio Dalonso (PSDB) optou pela Secretaria Municipal de Habitação, teremos alteração na Câmara de Vereadores. Assumirá em 2013 o já vereador Joaquim dos Santos (PSDB) que nesta eleição ficou como primeiro suplente. Sidnei Sabel (PP), que foi também eleito vereador, seguirá novamente na Secretaria Regional de Pirabeiraba, onde ocupava o cargo no governo de Carlito Merss. Em seu lugar assumirá o primeiro suplente Rodrigo Thomazi (PP).

Definições

Na próxima semana, Udo anunciará os titulares do Ippuj (deve ser caseira a escolha), Secretaria de Gestão de Pessoas, Fundação 25 de Julho, Fundação Cultural, Ittran, Secretaria de Proteção Civil e Secretaria de Planejamento (depende se haverá junção com o Ippuj). O PDT busca mais espaço justamente nestes postos e nas secretarias regionais.

Fundamental

Entre aqueles que foram anunciados ontem, o futuro secretário de Saúde, Armando Dias Pereira, é certamente o que mais será cobrado. Ele foi candidato a vereador pelo PSC e não foi eleito, mas aceitou o desafio de dirigir a Saúde. Ele já antecipou que não será secretário de gabinete, mas que buscará as soluções no contato direto com a população e com os funcionários. Confira a lista completa e a entrevista com o futuro secretário nas páginas 28 e 29.

Pedido

O deputado federal Marco Tebaldi ( PSDB) entregou ao deputado Décio Lima (PT), coordenador da bancada dos deputados federais de Santa Catarina, ofício solicitando convocação para uma reunião extraordinária da bancada catarinense em Brasília ainda no ano de 2012 para tratar em caráter de urgência da ação ajuizada pela Feneme (Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais) contra as corporações de Bombeiros Voluntários de Santa Catarina.

Ação

A ação direta de inconstitucionalidade (Adin 4886) ajuizada no STF é contra os dispositivos inseridos na Constituição de Santa Catarina que estimulam a criação de Corpo de Bombeiros Voluntários e que permitem que município e Estado celebrem convênios para que suas corporações certifiquem o cumprimento de normas de segurança contra incêndio.

Amunesc

O prefeito de Araquari, João Pedro Woitexem (PMDB), é o novo presidente da Amunesc (Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina). Ele foi eleito no dia 6 de dezembro, assim como o prefeito de São Francisco do Sul, Luiz Zera (PP), que será o vice-presidente. O exercício da direção da Amunesc será a partir de janeiro de 2013 e terá um ano de duração. Ele representará os municípios de Araquari, Balneário Barra do Sul, Campo Alegre, Garuva, Itapoá, Joinville, Rio Negrinho, São Bento do Sul e São Francisco do Sul.

Prioridades

Woitexem declarou que terá três prioridades: a construção ou compra de imóvel da nova sede, aplicação na saúde e saneamento básico. O prefeito revelou que a atual sede da Amunesc, localizada na rua Max Colin, 1.843, não tem mais condições de abrigar os serviços. Até mesmo o auditório do local foi interditado pela falta de manutenção.

Saúde

Na área da Saúde, Woitexem defende a união dos nove municípios em torno da Cis/Amunesc (Consórcio de Saúde) que é formado pelos municípios da região e pelos municípios da Amvali (Associação dos Municípios do Vale do Itapocu) : Barra Velha, Corupá, Guaramirim, Jaraguá do Sul, Massaranduba, São João de Itaperiú, Schroeder e Piên, este último localizado no Paraná. Atualmente o sistema  beneficia mais de um milhão de usuários do Sistema Único de Saúde.

 “A Amunesc abriga a região mais importante de Santa Catarina. É inconcebível que a sede esteja em estado tão crítico, até mesmo sem local para estacionamento.”

João Pedro Woitexem, prefeito de Araquari

Reforma

]O deputado Darci de Matos (PSD) discutiu com o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, a reforma das nove escolas estaduais de Joinville que devem ser interditadas pela Vigilância Sanitária na próxima segunda-feira, a construção de novas escolas e a manutenção das extensões. Também participaram do encontro vereadores de Joinville. Deschamps concordou que é necessário reformar as escolas durante o recesso escolar e o recurso para isso deverá vir de um financiamento do BNDES que está para ser liberado.

Verbas

O secretário  também garantiu que já tem garantida verba do MEC para a construção de três novas escolas no município.  “Pedi ao secretário a liberação de R$ 2,5 milhões para a restauração e reforma da Escola Conselheiro Mafra, que está interditada por falta de segurança, e a manutenção das extensões de escolas que tinham sido extintas. Ele garantiu que vai estudar este assunto com a gerente regional de educação, Clarice Portella”, disse o parlamentar. Darci de Matos revelou que a Escola Monsenhor Scarzelo, que está em reforma, poderá passar para a Prefeitura de Joinville. Deschamps adiantou que, logo após Udo Döhler ocupar o cargo de prefeito, irá discutir este assunto.

Crematório

A prefeita de Jaraguá do Sul, Cecília Konell (PSD), assinou a Lei Municipal nº 6546/2012, aprovada pela Câmara de Vereadores, que institui a prática de cremação de cadáveres e incineração de restos mortais no município. Para efeito da lei entende-se como crematório o conjunto de edificação e instalação destinado a esta finalidade específica e na qual compreende câmara de incineração e câmaras frigoríficas, capela ecumênica e dependências reservadas ao público e à administração.

E Joinville?

Enquanto Jaraguá do Sul avança com os crematórios, Joinville ainda aguarda definições sobre empresas. A expectativa é de que até março de 2013 seja anunciada uma empresa que se instalará no Jardim Paraíso.

Loading...