Convocação de aprovados em concurso do Deinfra revela críticas à terceirização no órgão

A informação de que o governo catarinense está em vias de contratar os engenheiros aprovados no mais recente concurso público realizado pelo Deinfra mobilizou o grupo de 50 profissionais que aguarda a convocação. Oficialmente, o governo não precisou uma data.

Engenheiros aprovados em concurso do Deinfra devem ser chamados nos próximos dias

Técnicos da Defesa Civil, do Deinfra e a Polícia Militar Rodoviária Estadual em inspeção na SC-390 – Divulgação/NDTécnicos da Defesa Civil, do Deinfra e a Polícia Militar Rodoviária Estadual em inspeção na SC-390 – Divulgação/ND

Logo após publicar a notícia, a coluna foi procurada por representantes da comissão dos aprovados, que denuncia irregularidades na atual forma de contratação no órgão, por meio de uma empresa terceirizada.

Os efeitos de hoje do Deinfra foram contratados por meio de concurso na década de 80. Desde 2009, o Estado precisa contratar uma empresa para fornecer apoio técnico, basicamente, serviço de engenharia. De lá pra cá, houve uma única vencedora, que já recebeu mais de R$ 200 milhões.

O concurso atual foi homologado em 5 de abril. Mas, um dia antes, o contrato com a empresa terceirizada foi renovado. Válido pelos próximos seis meses, está no valor de R$ 1,8 milhão e paga salários de até nove engenheiros.

Conforme o representante da comissão dos aprovados, esse dinheiro é suficiente para pagar o salário dos 50 que passaram no concurso.