Altair Magagnin

altair.magagnin@ndmais.com.br Não é só sobre política. É sobre o impacto das decisões públicas na tua vida. Jornalista profissional com experiência multimídia, acompanha os bastidores do poder e traz análises e notícias exclusivas. Siga @altamagagnin nas redes.


Decisão de Bolsonaro revisar contratos da Caixa ameaça Avaí e Criciúma

Chapecoense e Figueirense também estamparam patrocínio do banco na camiseta

A eleição de Jair Bolsonaro (PSL) pode representar uma ameaça para Avaí e Criciúma, os dois times catarinenses que atualmente estampam a marca da Caixa Econômica Federal nas respectivas camisetas. Na semana passada, Bolsonaro classificou como “absurdo” o valor investido pelo banco em patrocínios e prometeu “rever” os contratos. O presidente afirmou que foram gastos R$ 2,5 bilhões. A Caixa desmentiu, dizendo que foram investidos R$ 500,8 milhões até novembro, de um orçamento total de R$ 685 milhões. Figueirense e Chapecoense também já foram patrocinados pela Caixa.

Getúlio marcou mais um gol pelo Avaí; no empate diante do Londrina - Avaí FC/divulgação
Getúlio (99) comemora gol pelo Avaí – Divulgação/ND

Loading...