Duas ações na justiça prometem agitar política de Joinville

Em questão os futurso de Carlito Merss e dos Bombeiros Voluntários

Fevereiro quente

Fevereiro promete ser “quente” na área política. Dois assuntos em especial ganham destaque: o julgamento do recurso contra a cassação do registro de candidatura do ex-prefeito Carlito Merss (PT) e a ação de inconstitucionalidade contra os Bombeiros Voluntários. Uma ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e outra no STF (Supremo Tribunal Federal).

 

Cassação

Apesar do término das eleições, Carlito corre contra o tempo para limpar o seu nome. Ele foi condenado depois de o Ministério Público Eleitoral denunciá-lo por ter extrapolado com gastos em publicidade institucional, o que motivou a cassação de sua candidatura. O pior é que ele pode ficar impossibilitado de se candidatar pelos próximos oito anos.

 

Motivo

A cassação dos direitos políticos mobilizou a assessoria jurídica do ex-prefeito, que montou praticamente uma base em Brasília para tentar reverter a situação. Carlito pensa em uma candidatura a deputado federal no próximo ano. Se ganhar a ação, será candidato. Se perder, terá de esperar oito anos.

 

Projeto

Carlito Merss revelou que o projeto para ampliação da Arena está pronto, só faltaria a licitação. O ex-prefeito comemorou o anúncio da Felej (Fundação de Esportes e Lazer) que confirmou a existência R$ 11 milhões no Ministério dos Esportes para as obras.

 

Bombeiros

Na próxima semana, o deputado estadual Darci de Matos (PSD) deve embarcar rumo a Brasília, onde terá encontro com ministros do STF. Abrirá o caminho para que entidades joinvilenses defendam e expliquem aos ministros como funciona o Corpo de Bombeiros Voluntários. A ideia é conscientizar o STF sobre a importância dos Bombeiros Voluntários à comunidade.

 

Absurdo

O secretário estadual de Infraestrutura, Valdir Cobalchini, considerou como absurdo o temor de algumas pessoas de que a elevação do leito da rua Minas Gerais poderá causar alagamentos em áreas vizinhas. “A obra é segura e não há o que temer”, afirmou.

 

Festa

A SDR de Joinville prepara uma recepção ao governador Raimundo Colombo, dia dia 8 de fevereiro, quando será  assinada a ordem de serviço para iniciar a duplicação da avenida Santos Dumont. A empresa Infrasul executará a obra ao custo de R$ 47,9 milhões. A expectativa é de que, com o anúncio da ordem de serviço, as doações de áreas serão aceleradas até o final de fevereiro.

 

Apelos

Duas empresas já atenderam aos apelos do governo estadual e cederam uma parte da área de seus imóveis para viabilizar a duplicação: Perville e Transtusa.

 

Reciclável

O vereador Jaime Evaristo (PSC) visitou a Assecrejo 2 (Associação Ecológica dos Catadores de Recicláveis de Joinville). O presidente, Severino Tavares Nunes, pediu apoio para ampliar os atendimentos e proporcionar maior rentabilidade aos associados. Evaristo protocolou ofício junto à Escola do Legislativo para realização do Fórum do Lixo e Cidadania que debaterá os problemas nessa área e buscará soluções que possam trazer maior qualidade de vida às famílias destes agentes ambientais. 

Estrada do Itapocu

A ministra Ideli Salvatti garantiu que dará atenção especial para viabilizar o projeto da pavimentação da Estrada do Itapocu. Ela concorda que a pavimentação vai amenizar o congestionamento da BR-280 rumo às praias de São Francisco do Sul e Balneário Barra do Sul. Mas Ideli reforça que o projeto deve partir do Estado para o governo federal faça a sua contrapartida.

 

IPTU

O secretário municipal da Fazenda, Nelson Corona, lembra que o contribuinte terá até o dia 13 de fevereiro para pagar o IPTU à vista com 10% de desconto. Ele destacou que até agora 45% dos contribuintes pagaram o imposto e acredita que mais 10% devem aproveitar a segunda oportunidade de desconto.

Loading...