Empresas dizem estar dispostas a colaborar

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Camargo Corrêa disse que “reafirma seu compromisso de manter investigações internas e colaborar com as autoridades.” A Odebrecht disse que “já reconheceu os seus erros”. A Andrade afirmou que “está empenhada em corrigir qualquer erro ocorrido”.

O Metrô de São Paulo disse ser “o maior interessado na apuração das denúncias”.

O ex-governador Claudio Lembo afirmou que não abriu nenhuma licitação, apenas deu continuidade a processos. Alberto Goldman não foi localizado. José Serra não quis se pronunciar. Geraldo Alckmin disse que as obras foram licitadas de acordo com a lei e que, se houve conduta ilícita, irá “cobrar as responsabilidades devidas”.

+

Política

Loading...