Estão prolongando uma encenação, diz Alckmin sobre propaganda do PT

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, criticou a propaganda que o PT levou à TV neste sábado (1º).

Na peça, que o tucano chamou de encenação, o PT mantém Lula como candidato, apesar de a candidatura dele ter sido barrada na noite de sexta-feira (31) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

“Eles estão prolongando uma encenação para vitimizar quem foi condenado e tirar do fogo cruzado o verdadeiro candidato”, disse Alckmin após uma carreata de cerca de 10 km em Caucaia, município a 24 quilômetros de Fortaleza (CE).

O tucano ainda vai analisar juridicamente a questão para ver se cabe algum tipo de recurso.

DEPUTADOS

A coligação do candidato tucano Geraldo Alckmin fez uma representação ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no final da tarde deste sábado (1º) contra o programa veiculado pelo PT na sexta-feira (31), dia em que foram ao ar as candidaturas a deputado estadual.

Segundo a coligação encabeçada pelo PSDB, houve invasão de espaço, porque a coligação do PT utilizou o tempo destinado aos candidatos a deputado para promover o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula acabou tendo seu registro de candidatura a presidente negado pelo TSE na madrugada deste sábado.

A representação do PSDB foi distribuída para o juiz auxiliar Luís Felipe Salomão, que será o relator. Ainda não há decisão.

Sobre a propaganda do PT exibida neste sábado, dia reservado para os candidatos à Presidência da República, o TSE informou que não houve representações de adversários até o momento.

+

Política

Loading...