Estudante é agredido em Curitiba, e universidade vê aparente motivação política

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um estudante foi agredido na noite desta terça-feira (9) em frente à reitoria da UFPR (Universidade Federal do Paraná), no centro de Curitiba.

Em nota, a UFPR disse que a agressão foi motivada “aparentemente por seu posicionamento político”, e lamentou o ocorrido.

O aluno foi atacado por um grupo que vestia camisetas da torcida organizada Império Alviverde, e sofreu cortes na cabeça, causados por golpes com garrafas de vidro. Segundo a UFPR, ele recebeu atendimento médico e não corre risco de morte.

Vidros da Biblioteca Central da universidade e da Casa da Estudante Universitária também foram quebrados.

O DCE (Diretório Central dos Estudantes) informou em nota que os agressores gritavam “Bolsonaro”, e que a vítima vestia um boné do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

Já a Polícia Militar informou que nenhum dos estudantes ouvidos no local relatou motivação política.

A UFPR registrou boletim de ocorrência, e declarou em nota que “repudia veementemente todo e qualquer ato de violência, de preconceito ou de discriminação e entende que os espaços universitários são ambientes de debate e do exercício de liberdade de opinião”.

+

Política

Loading...