Fábio Wajngarten diz à CPI da Covid que carta com oferta de vacina ficou 2 meses sem resposta

Nesta quarta-feira (12), na CPI da Covid, o ex-Secretário de Comunicação da presidência da República foi ouvido.

Fábio Wajngarten admitiu que a carta enviada pela Pfizer, que oferecia vacinas para o país, ficou parada por dois meses no governo federal.

Confira mais detalhes na reportagem.

+

ND Notícias