Flavio Bolsonaro recua no embate com Witzel e explica o motivo

Senador havia determinado o rompimento dos integrantes do PSL-RJ com Witzel, governador do Rio de Janeiro, mas políticos não obedeceram

Presidente do PSL-RJ, o senador Flavio Bolsonaro determinou o rompimento com o partido do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Isso foi há 10 dias, durante sua viagem à China. Porém, ele voltou atrás de sua decisão, conforme disse em entrevista ao jornal O Globo, e explicou o motivo.

Senador Flavio Bolsonaro em atrito com WitzelFlavio Bolsonaro é crítico da atuação do governador do Rio, Wilson Witzel – Tânia Rêgo/Agência Brasil/Divulgação/ND

Apesar de considerar o governador carioca “ingrato”, Flavio Bolsonaro disse que respeita a decisão de quem quer a aliança com o PSC. No entanto, “quem quiser permanecer vai arcar com o ônus de ajudar um governo que será concorrente em 2022”. Witzel vem se posicionando como candidato à Presidência da República nas próximas eleições, algo que, segundo o senador, “beira a traição”.

Leia também

Flavio Bolsonaro vai convocar uma reunião com políticos do PSL carioca nesta sexta-feira e o assunto estará em pauta. Atualmente, dois políticos do PSL atuam em secretarias do governo Witzel. São eles a deputada federal Major Fabiana e Leonardo Rodrigues, que é suplente o próprio Flavio Bolsonaro no Senado.

Loading...