Justiça Eleitoral suspende comercial em que ACM Neto ocupa 65% do tempo

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) – O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia ordenou a suspensão de um comercial do candidato ao governo da Bahia José Ronaldo (DEM) nesta segunda-feira (3) por infringir a regra na qual apoiadores do candidato não podem ocupar mais que 25% do tempo da propaganda eleitoral.

Na propaganda, o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) ocupava 65% do tempo. O prefeito é considerado o principal cabo-eleitoral da candidatura de José Ronaldo, que por quatro mandatos foi prefeito de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia.

Caso a decisão seja descumprida, a coligação encabeçada por José Ronaldo terá que arcar com uma multa de R$ 5 mil por cada inserção veiculada.

O pedido de suspensão da propaganda foi feito pela coligação do governador Rui Costa (PT), candidato a reeleição.

+

Política

Loading...