Paulo Alceu

pauloalceu@ndtv.com.br Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.


Lá e cá

Governador Raimundo Colombo quer continuar aliado ao PMDB para viabilizar eleição ao Senado sem contratempos

Flávio Tin/Arquivo/ND

 

No PSD, há uma forte corrente apostando numa candidatura própria em 2018, o que representaria o rompimento da aliança com o PMDB. É exatamente aí que entra o governador Raimundo Colombo, que não abre mão do “casamento” com os peemedebistas. As posições seriam invertidas com o PMDB na cabeça e o PSD de vice. Mas o fundamental nisso tudo seria a tranquilidade de uma eleição para o Senado. Sua ligação umbilical com o PMDB não se dá por questões estritamente de governo, mas de futuro. Colombo tem os dados do que foi a reeleição, que por alguns momentos colocou em risco o primeiro turno, em que foram utilizados meios na propaganda eleitoral não muito convencionais para garantir a vitória e tirar o tucano Paulo Bauer do caminho. Aquela situação revelou que todo o cuidado é pouco diante das urnas. E nada mais aconselhável do que manter o que demonstra ser o mais garantido. Quer a sustentação peemedebista que não o coloque em risco no retorno ao Senado. Sendo assim, mantém sua trajetória observando os movimentos internos no seu partido, que passou a ser o obstáculo de suas pretensões em 2018, mesmo porque, se até meados do ano que vem as pesquisas coloquem os pedessistas no páreo da disputa, tudo poderá acontecer.

Novidade

Esta sendo elaborado pela Secretaria de Planejamento um programa que irá em breve ser colocado em prática, visando a redução das desigualdades regionais. O foco é manter o equilíbrio de desenvolvimento estadual. Caberá ao Planejamento criar fórmulas que estabeleçam uma distribuição de prioridades, evitando benefícios maiores para uma região em detrimento de outra.

CARIMBO

A presidência da Assembleia, há vários anos, é eleita por consenso. Não existe disputa. Começou com o deputado Júlio Garcia e se mantém até hoje. Mas não será surpresa se a disputa voltar a prevalecer no final de 2016, para a escolha do sucessor de Gelson Merisio.

Exemplo

Pensando bem, o juiz Sérgio Moro é um homem de coragem e fortes convicções. Na situação atual já estaria defenestrado do cargo e bombardeado na sua vida pessoal. Não conseguiram calar quem atua na correção e na verdade. Com certeza que para uma boa parte do Judiciário ele é um exemplo, sendo que para uma minoria virou uma pedra no sapato.

Crise

Agora, quinta-feira, prefeitos dos 22 municípios, que formam a Grande Florianópolis, vão se reunir para anunciar medidas em conjunto a fim de combater a crise econômica que está afetando diretamente as administrações municipais. Alguns municípios apelaram para as reservas do 13º a fim de honrar a folha de outubro. Tá brabo.

Vergonha

Divulgação

Júlio Cesar Silva publicou em sua página no Face uma foto em Laguna que não necessita nem de legenda, embora ele tenha expressado como “caminhos diferentes que nos levam ao mesmo lugar”. Pois o Brasil ainda discute sobre ferrovias. Ainda na busca de alternativas. A privatização das ferrovias se deu no governo FHC e até hoje carrega erros da falta de um investimento mais direto e consistente que permita evoluir e dar uma opção mais barata e mais segura de transporte aos brasileiros. O que ofertamos hoje beira a vergonha e o atraso.

 

Só para saber

A decisão judicial proferida pelo TJ-SC e também pelo STF em 2014, referente à transposição de cargos, considerada inconstitucional, pois a prática é vedada pela Constituição, foi cumprida? Ocorre que 265 servidores estaduais estavam lotados em órgãos distintos para os quais haviam prestado concurso. Tratando-se de uma decisão judicial, como se costuma ouvir, cumpre-se. Há indícios de que a irregularidade continua sendo praticada…

Pois então…

Os petistas costumam acusar de golpistas aqueles que estão pedindo pelo impeachment. Mas muitos que não são petistas também são contrários ao impeachment, embora em defesa a democracia. Será que os petistas estão defendendo a democracia, ao acusar todos de golpistas, ou a permanência a qualquer custo deles no poder? Há uma imensa diferença…

Deboche

Semanas atrás, a presidente Dilma apresentou uma reforma administrativa com discurso de cortar na própria carne. Na semana passada ela fez várias nomeações por indicação de parlamentares da base visando para apaziguar ânimos exaltados no Congresso, garantindo algumas aprovações, CPMF na pauta, e eliminar a tentativa de impeachment. Começou o loteamento. Além de manter a máquina paquidérmica foram indicados apadrinhados sem nenhum conhecimento das funções que irão exercer. Virou deboche!!!

Crise

Divulgação

Da cerveja não… Nos últimos três meses, a produção vem aumentando. Em outubro foi 4% maior em comparação ao mesmo período do ano passado. Embora no ano haja uma redução de 2%, o setor vem reagindo apesar da crise. A Oktoberfest que o diga, foi sucesso de público e de consumo, mesmo com a ameaça constante de enchente devido as fortes chuvas. Pois é, pelo visto o jeito é beber pra enfrentar tudo isso aí.

 

Devolução

Indiscutivelmente, a Operação Lava Jato está batendo todos os recordes e servindo de um belo exemplo de cidadania. Foi a que alcançou políticos, autoridades e empresários que muitos permanecem encarcerados. Além disso, dos R$ 7,2 bilhões localizamos como corrupção, R$ 2,4 bilhões já foram devolvidos à União. O problema é que esse dinheiro, que serviu de propina, verba ilegal de campanha e enriquecimentos ilícitos, está sendo devolvido para aquelas que estão no campo da suspeição, mas ainda no poder. Pois é…

Loading...