Marcelo Odebrecht depõe em ação contra Dilma e Temer no TSE

A pedido da Procuradoria-Geral da República, o depoimento está em sigilo

ESTELITA HASS CARAZZAI (FOLHAPRESS) – O empreiteiro Marcelo Odebrecht depõe nesta quarta-feira (1º), em Curitiba, como testemunha na ação de cassação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014. O depoimento foi agendado pelo ministro Herman Benjamin, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), relator do processo movido pelo PSDB.

Marcelo Odebrecht - Divulgação/ND
Marcelo Odebrecht depoe nesta quarta-feira de Cinzas no TSE – Divulgação/ND

A expectativa é que, como delator, o empresário fale se houve ou não caixa dois na arrecadação da campanha presidencial de 2014, e se o dinheiro tinha origem ilícita, de propina de obras da Petrobras. O depoimento, porém, está em sigilo, a pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República). Enquanto não cair o sigilo da delação da Odebrecht, o teor não poderá ser revelado.

A audiência estava prevista para começar às 14h30. Quatro manifestantes estavam em frente ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná, pedindo para que Marcelo “contasse tudo” e defendendo a investigação da Lava Jato. Os executivos da empresa Claudio Melo Filho e Alexandrino Alencar também devem ser ouvidos como testemunhas nesta quinta (2), em Brasília.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política

Loading...