Ministério Público devolve R$ 3,5 milhões do duodécimo ao governo do Estado

Procurador-geral do Ministério Público comunicou decisão do governador Raimundo Colombo pela manhã

O MP-SC (Ministério Público de Santa Catarina) repassará R$ 3,5 milhões ao governo do Estado, no atendimento às tratativas entre os chefes de poderes e órgãos ocorridas em dezembro de 2013. O procurador-geral de Justiça, Lio Marcos Marin, esteve nesta segunda-feira com o governador Raimundo Colombo (PSD) para informar sobre a devolução de recursos do duodécimo.

Marin explicou a Colombo que esse é o valor máximo que pode ser repassado pelo MPSC. Ao final de 2013 o saldo financeiro do MP-SC foi de R$ 20.422.413,60. Desse valor, R$ 5.961.788,64 estão comprometidos com contratos e dívidas em fase de pagamento relativos a 2013; a aquisição de bens e serviços já autorizados demandará outros R$ 6.434.510,51; e o restante seria utilizado na amortização de dívidas com seus membros e com o Iprev.

O procurador-geral explica que “a manutenção do duodécimo destinado ao MP-SC no próximo ano permitiu à instituição abrir mão, neste momento, deste valor em favor do poder Executivo”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política

Loading...